LOCALIZAÇÃO DE LEITORES


web site estatísticas

terça-feira, 30 de junho de 2009

CAI FORA.

.
.
.
Leia com atenção estes versos. Eles têm significado latentes de uma postura que deve ser calada, dominada, assustada. Descubra de quem é.
.
.
Eles disseram-lhe: "nunca mais volte aqui",

"Não quero ver sua cara, melhor você desaparecer",

O fogo está nos olhos deles,

E suas palavras são reais e claras,

Então cai fora, somente cai fora,

Melhor você correr, melhor fazer o que puder,

Não queira ver nenhum sangue,

Não seja um homem macho,

Você quer ser brigão, melhor fazer o que puder,

Então cai fora, mas você quer ser mau.

.

Assim cai fora, cai fora, cai fora, cai fora,

Não queira ser um derrotado,

Mostrando como é divertida e forte sua briga,

E não importa quem está errado ou certo.

.

Somente cai fora, cai fora,

Somente cai fora, cai fora,

Somente cai fora, cai fora,

Somente cai fora, cai fora.
.

Eles estão lá fora pra receber você,

Melhor sair enquanto pode,

Não queira ser um garoto,

Queira ser um homem,

Você quer continuar vivo,

Melhor fazer o que puder,

Então cai fora, somente cai fora,

Você tem que mostrar a eles,

Que você não está realmente assustado,

Você está brincando com sua vida,

Isto não é "verdade ou desafio",

Eles chutarão você,

Então eles baterão em você,

Então eles dirão á você que isto é justo,

Então cai fora, mas você quer ser mau.
.
.
.

PIADA OFICIAL.

.
.
.
Ilustração da realidade que é muito parecida com a nossa. Outro dia, no Instituto Federal localizado no bairro Meladão, local de maior ocorrência do fato, havia uma fumaça incrívelmente espessa pairando no ar e nos pulmões indiscrinadamente. O que esses dois estão fazendo aí na foto, segundo uma autoridade local, tem função social, estando assim justificada.
.
.
Num encontro recente com autoridades da área de Biologia e meio ambiente na UESPI - Floriano um grupo de estudantes perguntou ao responsável municipal por essa área se a prefeitura não iria tomar providência em relação às caieiras que existem quase no centro da cidade. Ele por não saber, ou por não querer se posicionar verdadeiramente sobre a questão, disse apenas que "as caieiras e as pessoas que as fazem têm uma função social."
.
Um colega (que me contou isto tudo) me disse que só entendeu a resposta da autoridade depois. Segundo esse colega a função social das caieiras existe e é bem concreta. É uma função direta e indireta, e a que se destaca mais financeiramente (e aí se sustenta a defesa da autoridade) é a indireta, porque a direta não justifica tanta destruição da natureza quanto da saúde das pessoas. O saco de carvão custa cerca de R$ 5,00. Então, é necessário, para se justificar financeiramente o retorno direto, a destruição indiscriminada da natureza.
.
Mas, segundo esse meu colega, o objeto da defesa da autoridade é a função social indireta. Explicou ele: "se as caieiras forem fomentadas - como deseja explícitamente a autoridade - as pessoas adoecerão em maior quantidade de doenças e com maior abrangência. As consequências serão uma corrida desenfreada às clínicas, aos médicos, aos hospitais, às farmácias... Talvez esteja aí, segundo esse meu colega, as razões de uma resposta tão fora de propósito da autoridade aqui referida." E ele concluiu: "ou a autoridade não sabe nada sobre a questão, e aí a sua condição de autoridade técnica não se sustenta, ou realmente ele é um fervoroso maquiavélico (acrescento que é no sentido vulgar)".
.
São as autoridades sem autoridade nas áreas que irão atuar. A 'autoridade' decorre da formação técnica e cientítica de alguém em determinada área e não pelo grau de parentesco ou simpatia com o mandatário de plantão. Alguns secretários têm a formação e a competência adequadas, mas a maioria... Neste quesito Floriano está de mal a pior. Em breve vou demonstrar argumentativamente alguns dos critérios adotados para a nomeação desse tipo de autoridade.
.
.
.

HOMENAGEM.

.
MARIA DAS DORES (1933-2009).
.
.
É com pesar que faço esta postagem para dizer que MARIA DAS DORES faleceu. Moradora tradicional da Rua Sete ajudou a fazer a história daquela rua. Conheço-a desde que nasci, pois éramos vizinhos na Rua Sete, a experiência de nossas vidas sempre estiveram de alguma forma entrelaçadas, pois com vizinhos é assim. Respeito a sua história e a sua vida. Infelizmente ela esteve doente nos últimos dois meses em Teresina. O agravamento da enfermidade ceifou a sua imponente figura. Fisicamente ela se foi, mas a história daquela rua, enquanto puder ser contada pelos que a conheceram, não será completa sem referência a ela.
.
Ela se foi, como uma das últimas de sua família nuclear, mas deixou descendentes que farão de sua história uma lembrança recorrente. É, DAS DORES, viver é muito bom, mas tem essa consequência inescapável a todos. Descanse em paz.
.
.
.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

AÇÃO BENEFICENTE.

.
.
.
Bom gente, gostaria de convidar a todos para participarem de um bingo beneficente com o objetivo de ajudar no tratamento de doença da nossa amiga MARIA DO FAN (a 1ª da direita). Ela é parente da professora EDMILSA SANTANA (centro da foto) da UFPI - CAFS. Será nesta sexta-feira dia 03/07/2009 na sede da Associação de Moradores do Bairro São Cristovão a partir de 21h:00. Será bingada uma caixa de cerveja e um frango assado. As cartelas já estão disponíveis ao preço de R$ 2,00. Os interessados podem procurar a DJANE na Rua Sete, 1205, ou no local. Após o bingo haverá também um forró para os presentes. Eu, particularmente, agradeço a todos que puderem contribuir para que uma pessoa tão alegre como a MARIA possa voltar a sorrir o mais rápido possível. Todos aqueles que estão organizando esta ação solidária agradecem a todos que se solidarizarem.
.
.
.

MORIN OUTRA VEZ NO BRASIL.

.
.
.
Foto de EDGAR MORIN que nasceu em Paris em 8 de julho de 1921. Ele estará no Brasil no dia 02/07/2009 para fazer uma conferência, "Para alem do Desenvolvimento: Uma via possível?" A Coordenação do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (INCT PPED) e a Diretoria Executiva do Colégio Brasileiro de Altos Estudos convidam para a conferência de abertura das atividades do INCT PPED, Rio de Janeiro, na Av. Rui Barbosa 762, Prédio Anexo. Programações: Abertura - 16h:00; Conferência - 16h:30min; Coquetel de Encerramento - 18h:00. Morin é pesquisador emérito do Centre National de la Recherche Scientifique. Sua obra mais importante é "La Méthode" e trata-se de uma das maiores obras de epistemologia já publicadas. Morin inicia os primeiros escritos de "La Méthode" em 1973, com a publicação do livro "O Paradigma Perdido: a Natureza Humana", uma transformação epistemológica por questionar o fechamendo ideológico e paradigmático das ciências, além de apresentar uma alternativa à concepção de "paradigma" encontrada em Thomas Kuhn. Se tivesse tempo e dinheiro, estaria lá. Mas fica o convite a quem possa se interessar.
.
.
.


DEFINIÇÃO DE MULHER E HOMEM.

.
.
.
.
Recebi estas duas definições (mulher e homem) do ex-aluno no Instituto Federal, curso de Ciências Biológicas, FRANCIMÁRIO FEITOSA. Chico Mário está fazendo Mestrado no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia – INPA, Laboratório de Ecologia de Peixes - CPBA. O curso é específico em Biologia de Água Doce e Pesca Interior, em Manaus - AM. Pense no cara. Leitor do Blogue, ele manda uma e outras de vez em quando. É para sorrir. Não é para fazer tempestade em copo d'água, tá?
.
.
.

domingo, 28 de junho de 2009

A MONOTONIA DO PREFEITO VÍDEO CLIPE.

.
.
.
Visão que o prefeito tem do povo de Floriano: um monte de coisa indistinta. Por isso ele promove todo ano a monótona festa do vídeo clipe.
.
.
A cidade de Floriano completará 112 anos de emancipação política. Os florianenses deveriam comemorar esta data, a emancipação política, a cada ano de forma consciente de seu papel de cidadãos. A meu ver, o motivo da comemoração deveria enaltecer os cidadãos por construírem um lugar pra viver com o mínimo de dignidade. Ou seja, a festa deveria ser para congratular e enaltecer a honra, a honestidade, a dignidade, a força, a garra e o trabalho dos cidadãos.
.
Mas infelizmente esta data tem servido para gabar falsas qualidades dos governantes. Ao longo dos anos os prefeitos têm transformado a data da comemoração das qualidades dos florianenses numa espécie de autopromoção. E o pior de tudo, gasta-se o dinheiro do povo para fazer propaganda enganosa porque tentam falsear a incompetência com inaugurações de obras em montagem de “vídeo clipe”.
.
O prefeito atual turbinou o espetáculo do engano anual. Como ele se autointitulou o construtor do “novo”, transformou a festa numa sucessão descontínua de “inaugurações”. A ideia é fazer muita encenação para que as pessoas não tenham tempo para analisar e compreender, e passar a sensação que muita coisa foi feita. Ele chegou ao ponto máximo da empulhação anunciando a inauguração pela segunda vez de uma mesma obra: a quadra que fica em frente a antiga Escola Normal. (No ano passada estava no calendário de inaugurações).
.
Ele pensa que o povo é bobo. O poder não se legitima pelo corte da fita de uma inauguraçãozinha e pelo discurso oco. O poder se legitima pelo caráter, pela honestidade, pela honra, pelo trabalho digno. A farsa do vídeo clipe quer emplacar uma dessas qualidades na imagem do prefeito. Será que o povo vai vê-lo como estão tentando mostrá-lo?
.
Todo ano é a mesma coisa, todo ano ele manda pintar e repintar prédios públicos já construídos para dizer que fez alguma coisa. Obras do governo federal e da Agespisa estão sendo mostradas como se tivessem sido de autoria da prefeitura. Isto não engana mais, o povo já percebeu este engodo e já está comentando. No passado este tipo de enganação impressionava, agora virou monotonia, e a monotonia está levando esse prefeito ao ocaso. Tanto é verdade que a população o elegeu o 4º pior prefeito do Piauí (Instituto Data AZ).
.
O aniversário da cidade deveria ser uma festa para engrandecer o florianense e não para tentar enganá-lo. O florianense não precisa de convite para esta festa, mas o prefeito mandou fazer convites para algumas pessoas julgadas por ele como especiais. Você recebeu? Você sabe quanto custou? Você sabe o que tem no convite? Pois é, com todo o dinheiro gasto para promover o prefeito daria para ajeitar vários buracos na cidade, recolher o lixo, capinar o mato, terminar as obras abandonadas...
.
Mas não, teremos que ver o espetáculo da monotonia em vídeo clipe tentando desfazer a imagem de um prefeito sem a mínima competência para o cargo, conforme atesta o próprio povo de Floriano através de pesquisa recente. E tome festa, e tome fogos, e tome mais...

sábado, 27 de junho de 2009

AREIA COM ÓLEO NOVOS NA CIDADE.

.
.
.
Foto do asfalto do centro da cidade copiada do portal Notícias de Floriano. O leitor pode observar que o prefeito não tinha intenção de refazer esta marmota tão cedo porque ele mandou sinalizar o asfalto em decomposição. Mas a "Carreata da Cidadania" está fazendo milafres, antes mesmo de começar.
.
Estou preparando uma postagem sobre a pressa da prefeitura em recapear o malfadado asfalto do centro da cidade, e só lá. O negócio é que estou em fase de correção de avaliações e tenho muitas, muitas para analisar. Mas, semana que vem estarei em férias, aí a giripoca vai piar. Aguardem.
.
Fui ao centro agora à tarde e vi uma pessoa fazer um comentário com o representante da empresa: a pessoa disse que era uma vergonha colocar aquele mesmo tipo de asfalto sem classificação, só para enganar. O representante da empresa ficou calado, só olhando. Imagine, meu senhor, o que o povo tem de aguentar e não poder dizer nada por mais de quatro anos.
.
.
.

JOREL QUER FAZER UMA MÉDIA COM VOCÊ.

.
.
.
.
Há alguns dias ouvi um anúncio numa rádio FM local convidando as pessoas para um café com o prefeito todas as sextas-feiras pela manhã cedo. Um programa em que ele irá desfilar as suas virtudes incontestáveis: falar sem dizer nada, discursos ocos, e levar os incautos a acreditarem em coisas que não existem. Por exemplo: que ele está fazendo isso e aquilo.
.
Não está fazendo nada, nada. A cidade está acabada, descuidada, destruída, cheia de lixo, de mato, de buracos e obras abandonadas. Não é preciso ser opositor para ver, basta ser honesto. Mas qualquer sexta-feira dessas em que eu não esteja fazendo nada e tiver dispoto a perder meu tempo com nada, vou ouvir o programa.
.
Mas aí me lembrei de uma frase do Filósofo PAULO GHIRALDELLI JR (com quem não concordo com alguns pontos de vista, mas em muita coisa concordo, inclusive com essa frase): "O Brasil é isso agora, o lugar onde o ressentido, o magoado, o invejoso, o medíocre e o não letrado podem falar qualquer coisa. Mas, se você souber uma coisinha só, por pequena que seja, não pode falar. Só quem não sabe nada mesmo, pode falar."
.
Se você estiver disposto a fazer uma média com o prefeito (veja a foto acima) ligue no programa que ele comprou com muita coisa que ainda não sei muito bem o que, mas comprou. Para o ouvinte o café será essa miséria da foto, mas para os amigos... aí é banquete.
.
.
.

ANTES E DEPOIS.

.
.
.
.
Saiu no portal AZ que a VIII marcha da Força Tarefa Popular deste ano acontecerá a partir do dia 02/07/2009 com saída de ônibus de Teresina até a cidade de São João do Piauí e percorrerão a pé 326 km de São João à Floriano, com previsão de cumprirem o percurso, em 26 dias. Nove municípios do Estado terão fiscalizadas obras e serviços, são eles: São João do Piauí, Nova Santa Rita, Simplício Mendes, Campinas, Santo Inácio, Colônia do Piauí, Nazaré do Piauí, Oeiras e Floriano.
.
Em Floriano a Rodoviária nova será mais uma vez investigada, pois a sua construção já demanda mais de seis anos. Outros convênios serão analisados. Pena que essa Força Tarefa não tenha poder de justiça. Eles podem encaminhar solicitação de investigação quando alguma irregularidade é constatada.
.
Se estes homens tivessem o poder para investigar mais coisas por mais tempo a população iria entender porque o prefeito não realiza as obras que foram iniciadas e abandonadas após o período eleitoral. Iria entender também porque até agora ele não cumpriu suas promessas de campanha. Iria entender porque sofremos tanto com tanto descaso com a preservação de nossa cidade.
.
O combate à corrupção é uma tarefa dura e perigosa em todos os lugares deste país, pois quem comete corrupção já sabe que cometeu crime, não tem como voltar atrás. E fará tudo para não sofrer as consequências legais se elas fossem tomadas. Então, os curruptos se unem e tentam manter a quadrilha por mais tempo possível em atuação.
.
Se todas as cidades deste país passassem por constantes averiguações públicas os cidadãos teriam certeza que seus recursos iriam ser empregados em seu benefício e não para enriquecer uma súcia incompetente para fazer isso por seus próprios meios, e que se apropriam do dinheiro público para atingir seus objetivos.
.
Vamos aguardar a chegada dessa gente aqui. Será no próximo mês.
.
.
.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

QUEM CHORARÁ POR ELE?

.
.
.
Charge do Filósofo PAULO GHIRALDELLI JR. O texto a seguir é também de sua autoria em vista da MORTE DE M.J.
.
.
MICHAEL JACKSON, PARA ENGRAVIDAR.
.
Diamante Negro não inventou o gol de bicicleta, mas o aperfeiçoou como ninguém. Pelé inaugurou dois movimentos fantásticos no esporte: a paradinha no ar para cabecear, a paradinha (permitida) para cobrar pênalti. E vocês se lembram do Bernardo, com o saque “viagem nas estrelas”? Pessoas assim, são gênios do movimento humano.
.
Há também outro tipo de gênio do movimento humano, os que fazem do movimento aquilo que ele sempre foi, uma linguagem metafórica. O filósofo
Richard Rorty ensinou isso em seu livro Contingengy, irony, and solidarity (1980), de como que a metáfora não é “uma outra versão do literal”, e sim algo inusitado, como que um beijo ou um tapa ou um desenho em meio a uma narrativa. Rorty nunca me disse, mas eu poderia apostar que quando ele deu esse exemplo, para reinterpretar Donald Davidson e elaborar sua própria teoria da linguagem e da metáfora, ele estava pensando em um herói de sua época, Charles Chaplin.
.
O engenheiro
Taylor estudou “tempos e movimentos” para racionalizar a produção. Chaplin mostrou na tela esse feito de Taylor, e imortalizou para nós uma noção popular de modernidade, em seu filme “Tempos Modernos”. Chaplin foi um estudioso, em um sentido tão genial quanto Taylor, mas de um modo diferente, das possibilidades do movimento humano. Ele uniu o tirocínio para o estudo do movimento humano com a própria capacidade de desempenho de uma série de novos movimentos ou, então, de reaproveitamento de velhos movimentos para novas significações.
.
Na galeria da tradição dos gênios do movimento humano, Elvis Presley ganhou uma cadeira merecida. Madonna e Shakira vão ter as suas. Michael Jackson, falecido ontem, fixou para sempre seu lugar nessa galeria.
.
Jackson não foi somente um grande cantor e excelente dançarino. Ele foi quem melhor gerou aquela arte que praticamente nasceu em seu tempo, a dos “clips” abusadamente coreográficos. A maneira como Jackson fez seu corpo ganhar o espaço a partir de novos gestos e novas significações de velhos gestos, integrando tal habilidade no contexto de “clips” que se transformaram em “mini-operas”, trouxe para o nosso mundo o que eu qualifico como “continuidade da história da democratização do movimento humano”.
.
Pessoas como Jackson, fenômenos que aparecem somente de cem em cem anos, como muitos dizem, conseguem fazer com que a imaginação encontre o seu habitat. A imaginação quer que improvisemos. Ela quer experimentar novas sensações cinestésicas. Ela quer que nossas articulações ósseas e musculares testem outros caminhos, para que ela possa dar vazão aquilo que sabe fazer de melhor, que é a criação de expressões novas. No entanto, nossa jaula cultural é muito mais forte que a gravidade. Podemos voar, mas não podemos, muitas vezes, dançar. Talentos como Michael Jackson contam para nós outra coisa, um segredo de Polichinelo: devemos cantar e dançar, pois voar é fácil. Além disso, voar não diz nada. Cantar e dançar, dependendo de como nos libertamos para gesticular, diz tudo. E o “diz”, neste caso, é uma verbo que diz muito. Pois não poderíamos ser falantes se não tivéssemos corpo. Nosso cérebro não existiria se não pudesse, antes de tudo, estar ligado a braços e ao aparelho fonador. Aliás, duvido que ele fosse um cérebro, sem isso.
.
Michael Jackson foi aquele tipo de pessoa que, como Chaplin, nos colocou em dúvida sobre se não devemos ampliar nosso conceito de linguagem, para além do que até hoje a filosofia o tomou. Jackson ensinou como que o espírito está grávido do corpo na medida em que nos mostrou um corpo altamente engravidado de espírito. Nesse sentido, ele fez filosofia. E talvez não tenha sido à toa que Sócrates foi um excelente dançarino, e gostava disso.
.
Por: PAULO GHIRALDELLI JR.
.
http://ghiraldelli.org e http://ghiraldelli.ning.com
.
Para saber mais sobre filosofia do corpo: Ghiraldelli Jr. P.,
O corpo. São Paulo: Ática, 2008.
.
.
.

quarta-feira, 24 de junho de 2009

ADMINISTRAÇÃO ÀS CLARAS E ÀS ESCURAS.

.
.
.
.
A prefeitura da cidade de São Paulo criou um portal na internet (http://deolhonascontas.prefeitura.sp.gov.br/) para divulgar os gastos da prefeitura com fornecedores de todos os setores, o nome e os vencimentos totais de todos os servidores, inclusive, o do próprio prefeito GILBERTO KASSAB.
.
Qualquer cidadão paulistano pode observar como o dinheiro público é gasto, com quem foi gasto, com o que foi gasto e quanto. É um princípio plenamente moral, mas que gerou questões legais que estão sendo discutidas na justiça. Alguns entendem, por não ter nada de imoral ou ilegal a esconder, que esta atitude faz um bem imenso a eles próprios como também à política praticada pelo gestor.
.
Uma atitude como esta tomada seriamente é um bem para estes servidores porque sabem o significado do preceito da honestidade e porque são e vivem honestamente (ao contrário dos cínicos e imorais que sorriem descaradamente desse preceito). E é também para qualquer gestor porque se expõe à análise crítica sem o medo comum aos desonestos.
.
Outros servidores chiaram e continuam chiando. Mas dentre estes há aqueles que devem ter mantidas as suas informações confidenciais por causa dos delinquentes das ruas, tais como os servidores da guarda municipal. O restante não quer expor os seus ganhos porque não poderão camuflar a disparidade entre seus bens, estilo de vida, nível de consumo e seus ganhos. Atitude típica de corruptos, desonestos e laranjas.
.
Ah, quem dera se os gastos da prefeitura de Floriano fossem divulgados seriamente com seus comprovantes e notas fiscais junto com os nomes de todos aqueles que recebem contracheques na prefeitura.
.
A população que já está profundamente decepcionada com a absoluta falta de competência para administrar os bens públicos demonstrada pelo prefeito (pesquisa do Instituto Data AZ demonstrou que ele é 4º pior prefeito do Piauí) ficaria chocada ao ver quantas pessoas estão na folha.
.
Excluindo os funcionários permanentes que não teriam problema moral nenhum, acredito, em ter seus nomes e salários divulgados, quanto ao restante a população ficaria sabendo que tem gente que recebe sem trabalhar, tem gente que recebe sem precisar, mas está tirando uma lasquinha, e tem gente que o prefeito não seria capaz de expor.
.
Como seria bom se as contas da prefeitura fossem abertas a nós todos florianenses que conhecemos a nossa realidade e não apenas à algumas pessoas interessadas em que os nomes permaneçam ocultos na escuridão do anonimato, ou à pessoas que formalmente analisam as contas sem perscrutar os mínimos detalhes carimbando-as como absolutamente irretocáveis.
.
Além dos nomes das pessoas que estão lotadas no gabinete do prefeito e nas várias repartições da prefeitura (cerca de duas mil pessoas) – semana passada fui a um posto de saúde e vi gente bordando, lendo revistas, pintando unhas, conversando miolo de pote, costurando, isto tudo num único lugar. Se todos que estão recebendo da prefeitura fossem obrigados a ir ao trabalho não haveria espaço para todos – a população ficaria sabendo os nomes das empresas e dos nomes das pessoas em que tais empresas estão registradas.
.
Registradas, eu disse. Tem até uma de um funcionário de uma grande empresa que está no nome de um irmão, segundo me disse uma fonte que já participou de licitações e também de funcionários permanentes da prefeitura. A coisa ia ficar às claras.
.
Não tenho simpatia nenhuma pelo prefeito de São Paulo (ele é do DEM, o que demonstra uma atitude extemporânea à história do partido, vixe), mas reconheço a sua coragem e aparente honestidade. Expôs publicamente seus gastos de forma clara, sem data-show ou linguagem incompreensível, sem pirotecnia, sem intermediários. Gostaria de finalizar esta postagem com uma perguntinha sem-vergonha: de quê JOREL tem medo?

.
.
.

terça-feira, 23 de junho de 2009

PARA LER: FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO.

.
.
.
Olha o autor do texto, sério todo. PAULO GHIRALDELLI JR esteve recentemente em Teresina, na UFPI, fazendo palestra. A pouca divulgação do evento impossibilitou muita gente de comparecer, inclusive eu. Mas ele me disse, por e-mail, que pode vir a Floriano, desde que se organize um evento como o de Teresina. Ele está disponível para divulgar o seu pensamento (Pragmatismo) pelo Brasil e pelo mundo, pois o que ele faz na vida é FILOSOFAR. Vive dos direitos autorais de seus mais de trinta livros publicados. Boa leitura.
.
.
O QUE É SER “PROGRESSISTA” NO CAMPO DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES?
.
No campo da educação básica, o Brasil precisa de professores. Além disso, necessita de professores “mais bem formados” do que o que temos. Ninguém mais discorda dessas duas verdades.
.
Os dois grandes partidos não conservadores de nosso país, PT e PSDB, concordam – ao menos em tese – que para se ter mais professores é necessário “tornar a carreira do magistério mais atraente”. E talvez divirjam pouco quanto a como ter melhores professores.
.
Tenho escrito sobre o primeiro item, propondo formas de melhoria da carreira. Atenho-me aqui ao segundo ponto, o da formação do professorado.
.
O porta-voz do PT em educação não é mais Paulo Freire ou Florestan Fernandes. Esse tempo se foi. Agora, quem fala pelo PT em educação é um ministro da Educação. Fernando Haddad, que ocupa o MEC neste segundo mandato presidencial de Lula, tem algo a dizer a respeito da formação de professores? Diz que o curso de Pedagogia – agora quase o único responsável pela formação de professores do Ensino Fundamental – precisa de uma “reforma curricular”. Todavia, ele não dá indicações do que pensa sobre o assunto, se é que tem algo formulado, a respeito das habilidades que uma pessoa deve ter ao sair do curso de Pedagogia com o diploma de professor.
.
Atualmente, o porta-voz natural do PSDB no campo educacional parece ser Paulo Renato, ministro da Educação durante os oito anos em que Fernando Henrique Cardoso ocupou a presidência da República e, agora, em 2009, secretário de Educação do Estado de S. Paulo. Mantendo o discurso do grupo que batizei de PTE (o Partido Tecnocrático em Educação) (Ghiraldelli Jr., P.
Filosofia e história da educação brasileira. São Paulo/Baurueri: Editora Manole, 2009), Paulo Renato insiste em dizer que o curso de Pedagogia é “muito teórico”, e que não ensina os alunos a se transformarem em professores, uma vez que não os coloca “aptos para a prática” da alfabetização e não lhes dá outros elementos essenciais que um professor do Ensino Fundamental precisa saber.
.
Ora, não é verdade que o curso de Pedagogia seja “teórico”. Ao contrário, o aluno desse curso é mal formado teoricamente. Não lê os clássicos nas disciplinas básicas, chamadas de “Fundamentos da Educação”, e quando lê, entende pouco. Logo se dirige para as disciplinas finais do curso que, agora, uma vez colocado a serviço do que antes era a “habilitação magistério”, aprende “metodologias” e, não raro, sem mesmo saber o conteúdo das matérias a que essas metodologias dizem respeito. O estudante de pedagogia estuda metodologia da matemática quando, ele próprio, veio para o curso de Pedagogia para fugir da matemática! É só um exemplo, mas serve para mostrar que o curso tem problemas, e que eles não são os que Paulo Renato aponta.
.
Poderíamos imaginar que, diante disso, correto está Fernando Haddad, que diz que o curso de Pedagogia precisa de uma “reforma curricular”. No entanto, como Paulo Renato, ele erra na medida em que a questão da formação de mais e melhores professores no Brasil não pode ser resolvida por meio de uma operação no currículo do curso de Pedagogia.
.
Paulo Renato tem dito, e com razão, que o curso de Pedagogia não possui tradição no campo da formação de professores. O curso quase sempre esteve bem mais preocupado com a formação dos chamados “especialistas” (diretor, supervisor, orientador etc.). Ele diz também que o correto seria ter levado adiante a idéia posta na LDB, de centrar a formação de professores do Ensino Básico nos Instituto de Educação Superior. Mas, como é sabido, isso não vingou, e hoje o que temos é, de fato, o curso de Pedagogia arcando legalmente com a formação de professores do Ensino Fundamental em nosso país. Ele também afirma que o local tradicional de formação do professor era o Curso Normal de nível médio. No entanto, ele parece ver como retrocesso retomar a vitalidade desse curso.
.
Não vejo assim. O curso Normal de nível médio não desapareceu de todo. Há ainda duzentos mil alunos nesses cursos. E a população brasileira ainda não se esqueceu de que esse curso forma, de fato, o professor, e que tal professor foi o que nos educou. A população também não se esquece que esse curso, um dos poucos cursos profissionalizante em nível médio que realmente funcionou no Brasil, durante décadas, era uma forma clara e natural de encaminhamento das jovens. Além disso, não é verdade que quatro anos de magistério ou de curso Normal, que agrupa alunos que vão dos 15 anos aos 18 ou 19 (às vezes 20 e 21), não seja capaz de formar um professor. O curso foi capaz e ainda é capaz, sim, principalmente quanto à tarefa de habilitar o professor a lecionar até a quarta série do Ensino Fundamental. Aliás, é nesse curso que se pode fazer o que Paulo Renato insiste dizer que se tem de fazer: que é dar ao professor uma formação “mais prática”. Sempre foi assim no Brasil. Foi assim na maior parte dos países que desenvolveram bem sua educação.
.
O curso Normal em nível médio, feito na escola pública, mesmo os existentes e desprestigiados (pelo governo, mas não pela população), continuam dando aos alunos as atividades necessárias para eles poderem “manejar classe” e “alfabetizar”. Inclusive, nessa idade em que fazem tal curso, as jovens possuem mais paciência com as crianças, se atendo mais carinhosamente com o trabalho de estágio. Elas ainda não formaram famílias, e estão com mais energia para o trabalho prático que, de fato, envolve esforço não só mental, mas físico. Aliás, nessa idade, as jovens adoram as crianças, e não se sentem mal ao ter de participar de atividades em conjunto com as crianças. Não temos razão para não retomarmos a formação do professor brasileiro de primeira a quarta série no âmbito do Ensino Médio. A não ser que tenhamos chegado à conclusão que a nossa escola média pública está completamente falida, e que não vamos fazer nada para recuperá-la. Ora, mas se for esta a conclusão, então de fato tudo fica invalidado.
.
Penso que a própria manutenção do curso Normal de nível médio e sua melhoria fariam a escola média recuperar boa parte de sua vitalidade. Faz muita diferença ter, na escola média, ainda como alunas, moças com 17, 18 e 19 anos. Aliás, o chamado “quarto Normal” costuma ser uma liderança positiva na Escola Média, ajudando a direção, os professores e se tornando um bom elo entre a escola e a comunidade. Ninguém possui má lembrança do “quarto Normal”. Nele, as meninas se tornam moças, mulheres, mas ainda possuem a energia das meninas. Algumas podem pensar em fazer o curso de Pedagogia e seguir para a pós-graduação. Outras podem começar a procurar a escola em que irão trabalhar. Em geral, pegam gosto pelas práticas necessárias para se formar professor, e ao mesmo tempo exercem profundo papel pedagógico de amadurecimento do restante dos alunos da escola como um todo. Foi assim no passado, mas não deixa de ser assim, ainda, no presente. Quem tem vivência escolar real sabe bem do que estou falando, e me apóia.
.
Não vejo razão para o Brasil querer mostrar para os organismos internacionais que nosso professorado possui diploma universitário se isso não representa nada em termos da melhoria do nosso ensino – e é neste impasse que estamos atualmente. Seria mais correto retomarmos nossa tradição. Nesse caso específico, só é progressista quem colaborar para o fim de uma tradição que ainda é útil, que não morreu, e que pode nos salvar do impasse que geramos ao não ler corretamente a LDB de 1996. Pois a LDB de 1996 não dizia que deveríamos fechar o curso Normal de nível médio. Quem leu assim, que deveríamos fechar tal curso, ou errou por não saber ler a legislação ou agiu de má fé. Não foram poucos os que agiram de má fé.
.
Por: PAULO GHIRALDELLI JR.
.
.
.

sábado, 20 de junho de 2009

"SECRETARIA DO FUXICO".

.
.
.
Ilustração da "Secretaria do Fuxico" da prefeitura de Floriano.
.
.
Como disse na postagem "Uma brava e solitária mulher", estive recentemente com a vereadora ANA CLEIDE. Conversamos sobre vários assuntos relacionados à administração pública. Falamos de coisas boas e coisas ruins.
.
Lembrei que após a reeleição do prefeito JOREL, em outubro de 2008, escrevi uma postagem dizendo que com a lei do Nepotismo o prefeito teria que criar 823 secretarias para empregar os irmãos dele na prefeitura. Quando se iniciou o novo mandato o prefeito enviou à câmara projeto de lei criando a Secretaria da Ouvidoria.
.
Lá JOREL tem maioria. Só tem a vereadora ANA CLEIDE na oposição, dos dez que existem. Ela protestou em plenário contra mais aquela burla da lei do Nepotismo proposta pelo prefeito (são três os irmãos dele empendurados na janela). Disse que se estava institucionalizando o fuxico através da criação da Secretaria da Ouvidoria, pois segundo ela, seria a Secretaria do Fuxico. (Acrescento que ele é o leva e traz do prefeito). Muitos vereadores sorriram sarcasticamente, mas é assim que a cidade está sendo administrada. Descaso com a moral, com as pessoas, com a dignidade, pois o lixo, o mato, os buracos, as obras abandonadas que se danem. O que é sério mesmo é a política do patromonialismo.
.
É por isso que JOREL foi classificado como o 4º pior prefeito do Piauí (Pesquisa do Instituto Data AZ). Mas na próxima pesquisa, com certeza, ele conseguirá o lugar mais alto do pódio. Acabaram-se as chuvas e a cidade continua abandonada, entregue à falta de responsabilidade com a coisa pública. E assim vamos vivendo governados por um "político" sem respeito com a cidade, com as pessoas, com seus próprios eleitores.
.
.
.

O COMPLÔ DAS MULHERES.

.
.
.
Ilustração da piada com um leão, é claro que eu não iria colocar uma mulher com a cara espancada. Seria muita falta de bom senso. Mas ficou legal.
.
.
As mulheres, em reunião mundial, resolveram fazer um complô contra os homens, e decretaram que, a partir daquela data, não iriam fazer mais nada em casa. Três meses depois, em outra reunião, elas decidiram contar o que tinha acontecido daquela data em diante.
.
Primeiro, a francesa:

.
"Eu quando cheguei em casa fui logo dizendo ao meu marido que a partir de hoje não faço mais nada aqui em casa. Não cozinho um grão de arroz...

- " No 1º dia não vi nada.
- No 2º dia não vi nada.
- No 3º dia já o vi cozinhando seu arroz, fritando um ovo...e ele está pensando em abrir um a rotisserrie!!!
.
Aí a americana contou:

.
"Quando cheguei em casa fui logo avisando a novidade. Não lavo mais uma peça de roupa. Nem uma cueca..."

- No 1º dia não vi nada.
- No 2º dia também não vi nada.
- No 3º dia já o vi indo para o tanque, lavando suas cuecas... ele já tem um sócio pra abrir uma lavanderia!!!
.
Aí foi a vez da brasileira, Teresinha, paulista do interior, ali mais ou menos da região de Piracicaba:

.
"Chegando em casa já fui logo gritando forte, não faço mais droga nenhuma aqui em casa, mas nada mesmo..."

- No 1º dia não vi nada.
- No 2º dia não vi nada.
- No 3º dia continuei não vendo nada
- No 4º dia fui voltando a enxergar, o olho já foi desinchando, e já dava pra ver o vulto dos meninos...
.
.
.

FERDINAND DIMADURA.

.
.
.
Foto do compositor, escritor e cineasta das Filipinas FERDINAND DIMADURA que tem alguns vídeos (quase oito milhões de exibições) na web com conteúdo de denúncia social. Neste endereço que me foi enviado pelo amigo DAMÁSIO KENNEDY DE AMORIM você pode constatar até que ponto o sistema social em que nós vivemos pode submeter a maioria das pessoas à miséria e à indignidade total: http://www.cultureunplugged.com/play/1081/Chicken-a-la-Carte Tomara que você não se sinta mais culpado do que todo mundo, disponibilizo o endereço apenas para que cada um de nós tenha consciência que somos co-autores disso também, na nossa medida, é claro, mas somos. O mundo e o sistema social somos todos nós concordando com tudo o que existe.
.
.
.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

EU E MEU AVÔ.

.
.
.
Em 1983 fui viajar ao sudeste do país. Desencantado que estava com a vida por aqui fui ver outras possibilidades. Era o final de minha adolescência e quem me acompanhou foi meu avô CANTIDIANO BORBA DE FREITAS, mais conhecido por Cantídio, a quem sou grato pelo interesse, compromisso nessa minha nova empreitada. Esteve comigo no Rio de Janeiro e também em Belo Horizonte. Fiquei por lá um tempo e depois fui morar e trabalhar em Natal (RN). Meu avô voltou, tinha a vida e as coisas dele para cuidar, não dava para ser preceptor em tempo integral. Mas antes de sairmos de Minas Gerais fomos a Ouro Preto conhecer aquela cidade magnífica. Tiramos várias fotos, mas só tenho estas duas porque minha prima DENISE me enviou de Belô. Pense num cara bonito, lindo, gato, maravilhoso. Era eu. Disse: era. Mas vale a pena você apreciar o que é bonito. Pois dizem que o que é bonito é para se ver. (Para ver melhor, clique na foto).
.
.
.

UMA BRAVA E SOLITÁRIA MULHER.

.
.
.
Estive conversando com a vereadora ANA CLEIDE (DEM) hoje no encontro do PSB. Ela contou um pouco do seu trabalho na câmara e disse que de um modo geral está satisfeita com a sua atuação. Não conseguiu aprovar todos os seus projetos visto que é a única vereadora, dentre dez, de oposição. Assim, também não dá.
.
Falou de seu projeto da Câmara Intinerante que os vereadores da situação não querem aprovar de forma alguma. Imaginem, uma vez por mês, a câmara funcionar com uma sessão em vários setores da cidade com todos os parlamentares. Para o prefeito JOREL esta ideia não pode ser contemplada em face de sua rejeição na cidade. Recentemente ele foi eleito o 4º pior prefeito do Piauí (Instituto Data AZ). Então, é melhor não passar pelo constrangimento da população vaiar aqueles que defendem o prefeito na câmara.
.
Vários outros projetos estão sendo apreciados pelos vereadores e que são de autoria dela. Uma mulher brava na defesa de seus eleitores e da cidade. Pena que só ela faça este trabalho. O restante se ajoelha e diz amém em toda sessão ao prefeito JOREL. Ela reclamou dessa atitude indigna em pronunciamento na câmara.
.
.
.

ENCONTRO DO PSB.

.
.
.
Em agosto do ano passado estive em Teresina para assisitir uma solenidade de entrega de Medalha ao Mérito em que meu irmão, AIRTON, foi agraciado. Na oportunidade tirei esta foto com o vice-governador WILSON MARTINS a esposa dele e deputada estadual LÍLIAN MARTINS e minha filha SOFIA. No encontro de hoje o candidato a vereador na eleição passada conhecido por BENÉ disse que eu sou o Wilson Filho. Só por causa dos olhos? Que é isso, cara.
.
.
Hoje estive no Hotel Rio Parnaíba para encontro do PSB estadual com vários deputados estadual e federal, Secretários de governo, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e ex. Muitas lideranças políticas dessa região compareceram para ouvir as discussões sobre o projeto do PSB para o Piauí.
.
Lideranças políticas de outros partidos também estiveram por lá, tanto de Floriano como de outras cidades. Foi um evento que fez ressurgir discussões, em nossa cidade, sobre o panorama da eleição de 2010. Muita gente que ocupa cargo de poder em várias esferas discursou e fez referências positivas ao possível candidato ao governo em 2010, WILSON MARTINS. Críticas sempre hão de existir, ninguém faz tudo certo para todo mundo o tempo todo.
.
Mas, para mim, o melhor foi o almoço depois do encontro lá mesmo no hotel. Pense.
.
.
.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

É PROIBIDO COCHILAR.

.
.
.
.
Estudantes do IFPI (Instituto Federal - Campus Floriano), CAFS (Colégio Agrícola - UFPI), PREMEN, Colégio Estadual Osvaldo da Costa e Silva fizeram uma minefestação externando o descontentamento, a desesperança em relação à construção de uma ciclovia na BR 343 que vai do balão do posto Trevo ao bairro Meladão. Tanto já foi prometido, tanto já foi garantido e não realizado que os estudantes resolveram fazer uma caminhada de protesto firme contra as promessas infinitamente repetidas para resolver o problema.
.
Eles disseram que o prefeito de Floriano garantiu, quando fez palestras nos colégios acima referidos em épocas de campanhas, a construção dessa ciclovia, mas que até o momento não cumpriu o prometido.
.
Esses meninos são inocentes. Confiar na palavra de JOREL para fazer alguma coisa? Vejam as obras que foram abandonadas na cidade há mais de um ano. É por isso que a população, de modo geral, o classificou como o 4º pior prefeito do Piauí. Garotos(a), podem deitar e dormir, ele não vai fazer isto nunca. Quando apertarem as cobranças ele vai dizer que a prefeitura não pode realizar obras em BRs. Mas prometer, ele pode.
.
Uma reinvidicação justa e necessária, pois o trânsito na BR ,na hora que iniciam e terminam as aulas nestas instituições, é muito intenso. Há vários anos os estudantes lutam por essa obra. Mas JOREL é impassível diante dos reclames populares.
.
Tanto é que ele e seus HOMENS-OBJETO cochilaram e os estudantes realizaram a passeata com carro de som e foram até à prefeitura. É claro que ele não recebeu ninguém, mandou dizer que não estava. O secretário de Administração ficou encarregado de ouvir a comissão de alunos e engavetar os reclames.
.
Quando se tentou organizar outro protesto contra a inapetência de JOREL na semana passada ( o "Rali Urbano"), houve cerceamento das liberdades individuais e públicas. O direito de expressar publicamente a opinião política e ideológica sobre os desmandos do prefeito foi proibido. Iria causar desordem pública, alegaram. Vejam que o motivo foi o mesmo da passeata dos estudantes, mas no caso do reclame dos estudantes os HOMENS-OBJETO estavam cochilando, ou o ato de cerceamento da liberdade de uma percela da população era realmente uma proibição descabida e extemporânea.
.
Como justificar que numa cidade de um país democrático alguns podem reclamar contra o descaso administrativo do prefeito e outros, não? Os HOMENS-OBJETO cochilaram? Ou a liberdade em nossa cidade é parcial?
.
É JOREL, você, além de ser uns dos piores prefeitos do Piauí (pesquisa DataAZ), é pretenso didator (como muitos estão falando)?
.
.
.

PALÍNDROMO E TAUTOLOGIA.

.
.
.
Recebi esta postagem por e-mail de um grupo de discussão filosófica. Vale a pena analisar.
.
SABEM O QUE É UM PALÍNDROMO?
.
Um palíndromo é uma palavra ou frase que se pode ler da esquerda para a direita ou da direita para a esquerda que dá no mesmo.
.
Exemplos: OVO, OSSO, RADAR.
.
O mesmo se aplica às frases, embora a coincidência seja tanto mais difícil de conseguir quanto maior a frase. É o caso, por exemplo de:
.
SOCORRAM-ME, SUBI NO ONIBUS EM MARROCOS.
.
Mas há muitos outros exemplos interessantes (já leu a frase, acima, ao contrário?) de palíndromos da língua de Camões:
.
ANOTARAM A DATA DA MARATONA
.
ASSIM A AIA IA A MISSA
.
A DIVA EM ARGEL ALEGRA-ME A VIDA
.
A DROGA DA GORDA
.
A MALA NADA NA LAMA
.
A TORRE DA DERROTA
.
LUZA ROCELINA, A NAMORADA DO MANUEL, LEU NA MODA DA ROMANA:
.
ANIL É COR AZUL
.
O CÉU SUECO
.
O GALO AMA O LAGO
.
O LOBO AMA O BOLO
.
O ROMANO ACATA AMORES A DAMAS AMADAS E ROMA ATACA O NAMORO
.
RIR, O BREVE VERBO RIR
.
A CARA RAJADA DA JARARACA
.
SAIRAM O TIO E OITO MARIAS
.
ZÉ DE LIMA, RUA LAURA, MIL E DEZ
.
.
SABEM O QUE É TAUTOLOGIA?
.
É o termo usado para definir um dos vícios de linguagem. Consiste na repetição de uma idéia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'.
.
Mas há outros, como se pode ver na lista a seguir:
.
- elo de ligação
- acabamento final
- certeza absoluta
- quantia exata
- nos dias 8, 9 e 10, inclusive
- juntamente com
- expressamente proibido
- em duas metades iguais
- sintomas indicativos
- há anos atrás
- vereador da cidade
- outra alternativa
- detalhes minuciosos
- a razão é porque
- anexo junto à carta
- de sua livre escolha
- superávit positivo
- todos foram unânimes
- conviver junto
- fato real
- encarar de frente
- multidão de pessoas
- amanhecer o dia
- criação nova
- retornar de novo
- empréstimo temporário
- surpresa inesperada
- escolha opcional
- planejar antecipadamente
- abertura inaugural
- continua a permanecer
- a última versão definitiva
- possivelmente poderá ocorrer
- comparecer em pessoa
- gritar bem alto
- propriedade característica
- demasiadamente excessivo
- a seu critério pessoal
- exceder em muito
.
Note que todas essas repetições são dispensáveis.
.
Por exemplo: "surpresa inesperada".

.
.
.

terça-feira, 16 de junho de 2009

A LUVA E A CALCINHA.

.
.
.
.

Um jovem estudante, ao passar em uma loja em São Paulo , resolveu comprar um belo par de luvas para enviar a sua jovem namorada, ainda virgem, de família tradicional mineira, a quem muito respeitava. Na pressa de embrulhar, a moça da loja cometeu um 'pequeno' engano, trocando as luvas por uma CALCINHA!
.
O jovem, não notando a troca, enviou o presente via SEDEX junto com a seguinte carta:

.
São Paulo, 30 de maio de 2005.

.
Querida:

.
Sabendo que dia 12 próximo é o Dia dos Namorados, resolvi te mandar este presentinho. Embora eu saiba que você não costuma usar (pelo menos eu nunca te vi usando uma), acho que vai gostar da cor e do modelo, pois a moça da loja experimentou e, pelo que vi, ficou ótima. Apesar de um pouco larga na frente, ela disse que é melhor assim do que muito apertada, pois a mão entra com mais facilidade e os dedos podem se movimentar à vontade. Depois de usá-la, é bom virar do avesso e colocar um pouco de talco para evitar aquele odor desagradável. Espero que goste, pois vai cobrir aquilo que breve irei pedir ao teu pai, além de proteger o local em que colocarei aquilo que você tanto sonha.
.
.
.

domingo, 14 de junho de 2009

HOMEM-OBJETO.

.
.
.
Ilustração da vergonha do homem-objeto diante da história.
.
.
O homem é um ser que age, que toma decisões. Para fazer isto tem que ser livre. As suas ações e decisões dizem o que o homem é. “Escolho os princípios e os valores que fundam as escolhas”, diz SARTRE.
.
Os objetos que existem foram feitos para atender às nossas necessidades. O teclado deste computador existe porque o homem o criou para satisfazer as nossas necessidades, assim, todos os objetos por nós imaginados, discutidos, planejados, produzidos e usufruídos.
.
Mas o homem não se enquadra, autenticamente, na categoria de objetos. Pelo menos seria assim uma existência digna. Mas em Floriano temos visto exemplos públicos da descaracterização desses fundamentos existencialistas acima utilizados.
.
Homens-objeto têm consciência de que são utilizados, manipulados por outros que os imaginaram, os discutiram, os produziram e estão usufruindo suas existências. Eles escolhem os princípios e os valores para agir. Como o teclado, realizam, concretizam os motivos de suas existências.
.
Não estou falando da mentalidade escrava, alienada, porque estes são objetos inconscientes, não conseguem perceber-se como uma peça integrante de uma máquina criada para finalidades espúrias. Mas daqueles que sabem e protegem a máquina de qualquer “sabotagem”.
.
O homem-objeto existe em função da máquina, mas a máquina existe em função daquele que a engendrou. O homem-objeto se reconhece na “natureza” dos objetos, por isto ele escolhe princípios e valores adequados ao funcionamento da máquina. Só que ele esquece, momentaneamente, que a história quando se concretiza em passado não pode mais ser modificada, melhorada ou apagada, e eles serão, historicamente, os homens-objeto na história de Floriano.
.
.
.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

A MORAL LEGAL OU IRONIA.

.
. .
Resolvi postar algumas frases cheias de ironia e humor ácido. Duas são minhas, mas não pretendo me alçar ao nível dos outros autores de frases, apenas mostrar o nosso pequeno potencial.
.
.
"Ao monólogo com minha mulher, prefiro o diálogo comigo mesmo" - KARL KRAUS.
.
.
"Só os medíocres dão o melhor de si o tempo todo" - OSCAR WILDE. (olha aí, JOREL, uma desculpa melhor do que Deus para a incompetência).
.
.
"A desvalorização do mundo humano aumenta em proporção direta com a valorização do mundo das coisas" - KARL MARX.
.
.
"Não se pode enxovalhar a moral de um homem público que enriqueceu súbita e misteriosamente apenas porque não se pode provar os delitos" - JAIR FEITOSA.
.
.
"O que responderá o político ladrão ao filho com princípios morais dignos sobre a origem súbita e misteriosa de sua fabulosa fortuna se ele (político ladrão) não tem como profissionalmente justificá-la?" - JAIR FEITOSA.
.
.
"Estes são os meus pricípios. Se não lhes agradam, tenho outros" - GROUCHO MARX.
.
.
.

ARRAIÁ DO IFPI - CAMPUS FLORIANO.

.
.
.
Amanhã haverá Arraiá no Instituto Federal de Floriano. Muita gente bonita, interessante e, principalmente, muito inteligente. Não podemos perder esta oportunidade de conviver socialmente com gente com essas características. Para contradizer a presença de pessoas com essas características tão agradáveis acima, estarei lá. Vamos lá, gente. Oxiii.
.
.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

VENDE-SE SEXO! É MENTIRA - II.

.
.
.
Outra ilustração de duas mercadorias visando o lucro.
.
.
Quando saia hoje do IFPIU, 12h:20min., um amigo e colega de profissão me chamou a atenção para os outdoors que estão colocados no conhecido balão rodoviário do “Trevo”. Lá, como se sabe, é um ponto de convergência do itinerário de milhares de pessoas que vêm e vão de casa para o trabalho todos os dias. Essas pessoas (como eu) inevitavelmente se defrontam com esses outdoors. Não tem jeito.
.
Esse amigo está indignado com as propagandas expostas ali. Ele é pai de duas crianças e como sempre tem que passar por lá com elas as expõe sem querer às propagandas. Ele me disse que está redigindo um documento para ir à promotoria da criança e do adolescente reclamar do extremo despudor das propagandas.
.
Como a sociedade neoliberal busca o lucro acima de qualquer coisa tem que existir uma força regulatória, porque senão a “máxima” de MAQUIAVEL vai se impor descontroladamente. Aquele que vender mais expondo maior grau de erotismo vai impelir o concorrente a dobrar a dose, e aí...
.
No balão rodoviário há 8 outdoors com propagandas que já estão além da mera erotização dos produtos. No total existe lá uma apelação sexual beirando a esculhambação. Homens e mulheres semi-nus em situações pornográficas mesmo. Pura apelação. A questão vai muito além da estética. É uma questão moral.
.
Ressalto aqui a atitude desse meu amigo pela coragem de dizer que é contra a apelação sexual nas propagandas que não podem ser evitadas e que deseja educar suas filhas com valores e conceito estético dignos. Ressalto a atitude pela coragem porque a maioria se esconde e se torna conivente com a desmedida do vale tudo das propagandas.
.
Eu e ele não estamos pregando o moralismo, ou dizendo que somos puritanos, ou santos. Estamos dizendo que não queremos que nossas crianças tenham a sua sexualidade despertada antes de estarem biológica e psiquicamente preparadas para vivenciá-la. Não é moralismo, é sensatez.
.
Indo um pouco mais além, estou dizendo que os fins não justificam os meios. Que todo mundo tem o direito de propagandear seus produtos, mas isso não significa que pode tudo. Se puder fazer propaganda erótico-pornográfica qualquer dia desses vamos passar por lá e nossas filhos e filhas serão obrigados a ver genitálias desnudas. Falta pouco. Veja os outdoors.
.
A minha energia sexual eu a plenifico pela via da natureza, mas com erotismo psíquico. Não sou um frustrado que tem que olhar mulher nua nas propagandas de rua para possuir o que necessito, ou o que me trará algum conforto e prazer. Também não sou um tarado consumista que precisa ser erotizado para consumir.
.
Essas duas últimas alternativas é que podem justificar alguém ser contra a atitude do meu amigo. Esta sim é uma atitude estúpida (a condenação ao que estamos defendendo aqui), pois pessoas estúpidas ensinam as suas crianças a “dança da boquinha da garrafa” e depois se chocam ao saber que sua filha de dez anos já está transando: “Oh, meu Deus. O que foi que fiz?”. Foi estúpido.
.
As propagandas dizem que vendem produtos. As pessoas pensam que compram sexo. Tudo mentira. Na verdade estão manipulando e degradando a sexualidade dessas pessoas. Como já foi dito que a sexualidade faz parte das pessoas e as pessoas são formadas por duas dimensões – a biológica, meramente sexual; e a psíquica, o erotismo saudável, a moral aí incluída, então estão pervertendo também a moral das pessoas. Será que para lucrar vale tudo?
.
.
Vou perguntar ao amigo, aqui referido, se posso divulgar seu nome.
.
.
.

VENDE-SE SEXO! É MENTIRA - I.

.
.
.
Ilustração da erotização de produtos. A conotação sexual desperta nas pessoas o desejo de ter o produto.
.
.
A nossa sociedade de um modo geral é maquiavélica no sentido que ficou suspeitamente consagrado os ensinamentos políticos de MAQUIAVEL. Para muitos este pensador italiano teria ensinado que “os fins justificam os meios”.
.
A sociedade neoliberal vive de vender. Para isso é necessário que as pessoas comprem, comprem, comprem. O lucro é o valor que ocupa o topo da escala hierárquica dessa sociedade. Mas nem sempre as pessoas estão (ou são) motivadas a comprar. Seja porque não necessitam, ou não querem, ou, no momento, não podem.
.
Mas no estágio de comportamento consumista acima a sociedade neoliberal (ou sociedade consumista) não funciona, de acordo com a expectativa do valor primacial, o lucro. Na perspectiva de lucrar incessantemente há que existir um comportamento consumista também incessante. Mas como provocar nas pessoas o desejo de consumir além daquilo que necessitam, querem ou podem?
.
Essa sociedade criou a propaganda. Uma grande idéia que deu um imenso impulso no comportamento consumista das pessoas. Mas a propaganda cheia de pudor no começo deixou, aos poucos, de entusiasmar o quanto se esperava. Então resolveram incrementar a propaganda com algo mais. Descobriram que poderiam atingir seus fins (o lucro) “erotizando” os objetos, os produtos.
.
Todos os humanos possuem uma energia latente que necessita ser plenificada por seu meio natural. Essa energia é o desejo sexual e o meio natural de sua plenificação é a relação sexual, ou simplesmente o sexo.
.
Mas nem todos conseguem conviver razoavelmente com o latejar contínuo dessa energia, dessa força dentro de cada um. Uns tentam negá-la, outros punem-se por senti-la, outros se satisfazem plenamente, outros tiram proveito pessoal dela, outros se perdem ao lidar com ela, outros a desviam da realização natural e a canalizam para outras atividades.
.
O Filósofo PAULO GHIRALDELLI JR. disse que “Fica fácil para pessoas como nós, que vivemos após Freud, entender que impulsos de ordem erótica são transformados (sublimados, não é?) de modo a abrandarem sua conotação sexual e se voltarem para objetos, situações e elementos da cultura.” (veja o texto na postagem anterior).
.
A gtande idéia da sociedade consumista foi erotizar os produtos. Encheram as propagandas com pessoas em situação de apelo sexual para canalizar para os produtos um pouco, ou toda a energia sexual que as pessoas não plenificaram pela relação sexual.
.
Ao visualizar um produto com apelo sexual, erotizado, as pessoas sentem-se atraídas pela conotação sexual, aí, como não podem ter para si aquele(a) que está exposto(a) ao lado do produto elas (pessoas consumidoras, público alvo) se contentam com o produto. Isto tudo é comprovado cientificamente, caso contrário ninguém investiria milhões em propagandas erotizadas se as pessoas não se comportassem desse modo.
.
Encontraram um meio de ir além do incentivo comportado ao consumo. Além da propaganda comum criaram a propaganda sexualizada. Esse incentivo é uma manipulação do desejo sexual. As pessoas sabem que desejam e esse desejo é desviado para o consumo.
.
Então, quase todas as propagandas têm apelo sexual ou siatuações que insinuam sexualidade.
.
.
.