LOCALIZAÇÃO DE LEITORES


web site estatísticas

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

O PODER PARA MANIPULAR E A LUTA PELA DEMOCRATIZAÇÃO DA MÍDIA.

.
.
Todo dia a grande imprensa (poucas famiglias) que monopoliza os meios de comunicação no Brasil reclama dos projetos de democratização da mídia que estão posto em discussão no país. Sempre se destaca com muita ênfase que o que se quer é censurar a imprensa. A discussão nunca passa pelo argumento do monopólio, dos privilégios, da chantagem, mas sempre por uma suposta (e não comprovada) intenção de censura. Nas democracias dos países mais desenvolvidos do mundo não há nenhum grupo midiático com tanto poder de manipulação nas mãos como há no Brasil. Até a Argentina já percebeu e começou a agir contra esse poderio da grande mídia de lá. Justamente para garantir a diversidade de opiniões e versões dos fatos e acontecimentos é que não se permite, nestas democracias, que se tenha tanto poder nas mãos de um só grupo, ou de poucos grupos. 


O que a chamada grande mídia não quer com o projeto de democratização é perder o poder a que está acostumada a usar para barganhar e chantagear aqueles que exercem o poder político. Por em cheque esse poder de chantagem faz surgir um ódio irracional contra aqueles que querem realmente a  implantação da democracia nesse meio que é tido e visto pela elite econômica, cultural, social como um feudo seu que jamais poderá ser questionado por qualquer um. Por isso o discurso pela liberdade de imprensa que sai eloquentemente da boca da grande mídia é apenas um discurso oco e sem sustentação nas práticas dela. Veja o exemplo na reportagem abaixo sobre a falta de sustentação do discurso dos falsos democratas.  
.
"MAIOR JORNAL DO BRASIL PROCESSA BLOG INDEPENDENTE E INAUGURA UM NOVO TIPO DE CENSURA
Ação inédita na Justiça está sendo boicotada pela mídia brasileira, que é dominada por poucas famílias, e abre um precedente terrível para todos os blogueiros do país
A exemplo do que aconteceu na eleição do Obama e em outros pleitos na Europa, na recente disputa presidencial brasileira, que terminou com a eleição da candidata de Lula (Dilma Roussef), a internet teve peso inédito na campanha eleitoral. A atuação de centenas de blogs foi especialmente importante porque, em sua maioria, eles apoiaram a candidata de esquerda (Dilma) e, por outro lado, praticamente toda a mídia convencional (rádio, TVs, jornais e revistas) defendeu fortemente o candidato de oposição, José Serra, que formou uma poderosa coalização política-midiática-religiosa conservadora — que acabou derrotada. A importância da Internet ficou óbvia no último dia 24 de novembro, quando Lula concedeu a primeira entrevista de um presidente brasileiro exclusiva para blogueiros. Foi um claro reconhecimento à sua importância e ao contraponto que eles fizeram à mídia tradicional.
Em meio a esse cenário, surgiu em setembro um blog chamado Falha de S.Paulo, uma paródia ao maior jornal brasileiro, a Folha de S.Paulo. Em português, “Folha” é uma das formas de referir-se a um jornal. E “Falha” significa falha. Era um blog recheado de fotomontagens, brincadeiras e críticas ácidas ao noticiário da Folha. Eram críticas sempre bem-humoradas, porém duras. Para se ter uma ideia, uma das montagens de maior sucesso (e mais irônica) punha o rosto do dono do jornal, Otavio Frias Filho, no corpo de Darth Vader. Pois bem: após um mês no ar o jornal entrou na Justiça para censurar o blog. Pior: conseguiu. Ainda pior: além de conseguir cassar o endereço, a Folha abriu um processo de 88 páginas contra os criadores do site, pedindo indenização em dinheiro por danos morais.
O jornal alega “uso indevido de marca”, por causa da semelhança entre os nomes Folha e Falha e porque o logotipo do site era inspirado no do jornal. A paródia foi criada por dois irmãos (Lino e Mário Ito Bocchini) que não têm ligação com nenhum partido político ou qualquer outra entidade. São duas pessoas “avulsas”, o primeiro jornalista e o segundo, designer. E agora os irmãos estão tendo uma dificuldade brutal (e gastando bastante dinheiro) para se defender na Justiça de uma ação volumosa do maior jornal do país. E a previsão dos advogados e professores de direito ouvidos pela dupla é a de que a Folha deve ganhar a ação, mais por ser uma companhia grande e poderosa e menos pelo mérito da questão em si.
Aqui entra o motivo pelo qual os irmãos Bocchini resolveram levar a questão para além das fronteiras do país: no Brasil, menos de 10 famílias dominam os grandes meios de comunicação. E uma dessas famílias é justamente a Frias, que ficou incomodada com a Falha de S.Paulo e suas brincadeiras como a do Darth Vader. Por corporativismo, nunca um órgão de uma família noticia algo relacionado à outra. É uma espécie de tradição brasileira. A censura de um blog, ainda mais seguida de um pedido de indenização, é uma ação judicial inédita no Brasil. Por conta disso, os irmãos Bocchini estão sendo chamados a diversos eventos de comunicação, convidados a dar palestras etc. Estão recebendo muita solidariedade de blogueiros e ativistas por liberdade de expressão de todo país, e figuras públicas como o ex-ministro Gilberto Gil gravaram depoimentos condenando a censura e o processo da Folha. Mesmo assim jornais rádios, TVs e revistas seguem ignorando completamente o assunto.
A preocupação geral é que, se o jornal ganhar essa ação inédita (como tudo indica que vá acontecer), um recado claro estará dado às demais grandes corporações brasileiras, sejam de comunicação ou não: se alguém incomodar você na Internet, invente uma desculpa como essa do  “uso indevido de marca”. A Justiça irá tirar o site do ar e ainda lhe conseguir uma indenização em dinheiro. Ou seja, está nascendo um novo tipo de censura em nosso país, justamente pelas mãos de quem vive da liberdade de expressão. E não estamos conseguindo furar o bloqueio da mídia convencional, dominada pelas tais poucas famílias que já dissemos. Por isso só nos resta agora apelar para o exterior."


Se preferir acesse diretamente no blog clicando AQUI.
.
                                     

terça-feira, 27 de setembro de 2011

REVISIONISMO?

. .
Leitor do portal Notícias de Floriano escreve reclamando do que ele chama de "irresponsabilidade e falta de respeito" para com os jerumenhenses um comentário feito por um apresentador de TV da capital sobre um fato histórico da cidade. Desconhecimento teria levado apresentador a cometer a gafe, segundo o leitor, posto que ele, leitor, explica o fato a partir de uma versão completamente oposta à do apresentador.
.Leia texto publicado no
www.noticiasdefloriano.com.br.

"A VERDADE SOBRE A PRISÃO DE SANTO ANTÔNIO EM JERUMENHA
Muito se ouve falar, que na pequena cidade de Jerumenha, ao sul do estado do Piauí o santo padroeiro, Santo Antonio, foi preso. Essa história foi citada de maneira equivocada pelo Sr. Silas Freire, há alguns dias no programa “AGORA”.

Venho, portanto esclarecer que esta não é uma história real, e acho de uma total irresponsabilidade e falta de respeito para com os filhos daquele lugar, um apresentador de televisão, usando inclusive tom de deboche, comentar a respeito de um assunto que ele não conhece.

A VERDADE SOBRE A PRISÃO DE SANTO ANTONIO EM JERUMENHA – PIAUI


Há muitos anos atrás, pouco tempo depois da colonização, quando os Jesuítas estiveram em Jerumenha construíram uma igreja para Santo Antonio, o santo padroeiro. Ao longo de todos os anos, Padres de muitos outros estados foram responsáveis pela paróquia. Naquele tempo as pessoas costumavam pagar suas promessas doando bens materiais (terras) à igreja ou ao santo que fizera o milagre. E assim Santo Antonio se tornava dono de vários pedaços de terra. Essas terras eram doadas, como dotes, as moças pobres que iam se casar. Porém, padres de outro estado do nordeste, que haviam sido párocos lá, acharam-se donos das terras que pertenciam ao Santo Antonio e resolveram vende-las.

Um belo dia chegava em Jerumenha vários coronéis vindos de outros estados para tomar posse das terras que pertenciam a Santo Antonio e mais algumas sob a afirmação de haverem comprado dos padres que lá estiveram antes. Mas os padres que na época se encontravam na paróquia de Jerumenha e a população Jerumenhense se opôs a essa insanidade e por esse motivo aconteceu uma grande briga entre coronéis x padres e jerumenhenses. Revoltados com a reação dos padres e da população, que não permitiram que os coronéis alcançassem seus objetivos ou porque se sentiam lesados, estes coronéis resolveram quebrar a imagem do santo, imagem essa datada ainda do tempo dos Jesuítas. Como o único lugar seguro que havia na cidade era a delegacia, e não havendo outro jeito para proteger a imagem do santo, o delegado mandou que a imagem fosse guardada lá na delegacia até que se acalmassem os ânimos e a tranquilidade voltasse a reinar.

Nesse caso o boato da prisão de Santo Antonio não é verdadeiro, foi uma mentira espalhada e aceita por pessoas ignorantes que nem se quer conhecem as letras. Lamentável é que homens que se dizem de princípio e caráter levem adiante (para TV) um ato tão leviano, sem nenhum respeito pela dignidade dos filhos e moradores daquele lugar. Respeito é bom e nós Jerumenhenses gostamos.
"


Autor do texto: RAIMUNDO NETO

rmneto63@gmail.com
Fonte:

Artigos do Leitor, Colunas, Destaques 25 de setembro de 2011


.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

"ASFALTO LAMA".

.



Hoje estava almoçando e ao mesmo tempo assistindo à TV Assembleia bem na hora que discursava na tribuna o Deputado Estadual ROBERT RIOS do PC do B. O tema central do seu discurso foi a aliança entre PTB e PT para a eleição de prefeito em 2012 em Teresina. Fez considerações em relação às alianças passadas, recentes e futuras entre os caciques das duas legendas e, inclusive, do PSB e ainda demonstrou a maior ou menor influência de vários deles sobre as obras realizadas ao longo desses últimos anos no Piauí vinculadas às determinações estruturantes das políticas públicas do Governo federal.


Mas o que me chamou a atenção foi sua crítica sobre a qualidade do asfalto, como obra de estruturação de cidades em todo o estado, feito ao longo desses anos. Ele criou uma definição perfeita, jocosa, crítica sobre a qualidade do asfalto: "Asfalto Lama". Disse ainda que motos ficam atoladas no asfalto feito nas ruas das cidades. ROBERT RIOS e sua eloquência característica denunciando sem medo os malfeitos dos grandes projetos realizados nas cidades, no estado.


A patir do que ele disse posso dá uma pequena contribuição para que se entenda do que se está falando. Veja as duas fotos acima e relacione às da postagem "Floriano pede socorro às autoridades" e compreenda se podemos apresentá-las como um exemplo mais próximo e vivo do conceito "Asfalo Lama". Esse buraco aí da foto fica em frente à placa de inauguração da obra feita na Avenida Dirceu Arcoverde, nas proximidades da garagem da prefeitura, próximo ao cruzamento da Avenida Eurípedes de Aguiar, há cerca de dois meses.


O resultado é esse aí. Veja só: o asfalto novo pode ser considerado como do âmbito do conceito e da qualidade do "Asfalto Lama"? Os buracos estão colocando a cabeça de fora ao tempo mesmo da qualidade da obra a que a cidade está acostumada nos últimos sete anos? É descaso com o dinheiro público? É incompetência administrativa? É tudo isso junto numa mesma administração municipal?


Continuo dizendo que a cidade está pedindo socorro às autoridades. Chega de tantos malfeitos. Autoridades, deem um freio nisso, pois a população só poderá fazer alguma coisa em relação a esse estado de coisas no ano que vem, 2012.


.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

MEU CANDIDATO DEVERÁ SER ASSIM.

.


Em 2012 todos os que querem que Floriano resgate as características que sempre a fizeram uma princesa (cidade agradável, bonita, bem cuidada, desenvolvida, acolhedora) e nos recupere o orgulho de sermos florianenses devem escolher um candidato a prefeito que faça o que tem de ser feito de uma maneira completamente oposta ao que vem sendo praticado nos últimos anos por aí.


Por isso comecei a fazer uma lista dos critérios que utilizarei para escolher o meu candidato a prefeito em 2012. Como devo proceder, então, para elaborar um elenco de critérios sem parecer uma mera lista de finalidades apropriadas? Como proceder sem ser um pregador de utopias que não se destinassem a se realizar? Sem ser um desses poços de incoerências intelectuais e factuais que nos assustam de quando em vez por aí? Como elaborar esse elenco sem parecer um moralista que perdeu a capacidade de transgressão? Pois é na transgressão daquilo que foi, enfim, normatizado cinicamente nesses últimos sete anos como comportamento político - e que alguns defendem pública, disfarçada e envergonhadamente - que deveremos ir além. Não apenas como proposta, mas como a força de uma valoração buscando transformar o que existe em vista daquilo que desejamos.


Assim, preferi seguir pela via do esforço inverso para chegar à concretização do arquétipo através da elaboração do elenco dos critérios que não deve constar do caráter do meu candidato. Ou seja, vou começar pelo o que ele não deve ser.


Desse jeito pretendo derrubar o falso tipo que foi a tônica nas últimas campanhas e ainda está incrustado na mente de alguns defensores envergonhados de tudo o que o atual prefeito representa. O falso tipo fundamenta-se no dualismo de realidades antagônicas tais como: branco / negro, pobre / rico, feio / bonito, culto / inculto.


A discussão a partir de tais dualidades não nos levará ao arquétipo que desejo, pois os dualismos assumidos pelos “voluntários” dessa tese não mostram a verdade fundamental do candidato, aquilo que explicitaria realmente quem ele é. Na verdade, esconde o que verdadeiramente deveria vir à tona posto que o que interessa é o seu caráter, sua moralidade, sua ética, sua concepção política.


Então, vamos ao elenco:


Não votarei num candidato clientelista.


Não votarei num candidato nepotista (como o que usa a prefeitura para enriquecer os irmãos e familiares).


Não votarei num candidato incompetente.


Não votarei num candidato cultivador de laranjas.


Não votarei num candidato cínico e arrogante.


Não votarei num candidato autoritário, violento e prepotente.


Não votarei num candidato que seja um vergonhoso ficha suja.


Não votarei num candidato que desdenha descaradamente da lei e da justiça.


Não votarei num candidato que viva às voltas com a Polícia Federal lhe investigando.


Não votarei num candidato que tenha constantemente as suas ações investigadas pelos órgãos de controle federal.


Não votarei num candidato que esconda com artifícios a sua condição financeira.


Não votarei num candidato desonesto, corrupto e imoral.


Não votarei num candidato irresponsável e negligente com a coisa pública.

P. S.: Vou continuar pensando em mais algumas características que meu candidato não deve possuir.

.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

PROCESSO 006.064/2011 - 6 DO TCU.





Entre os meses de março e maio deste ano uma equipe de auditores da Secretaria de Fiscalização de Obras (Secob-3) do Tribunal de Contas da União veio à nossa cidade fiscalizar as obras do projeto de Esgotamento Sanitário. Há duas semanas correligionários políticos me enviaram uma cópia do processo 006.064/2011 - 6 em que constam todas as mazelas identificadas pelos fiscais do TCU na execução das obras. Estou lendo e relendo para poder fazer uma postagem sobre o assunto. Tem muita denúncia escabrosa.


O que mais tem me causado interrogações é que os fiscais que estiveram nos locais onde as obras estão sendo executadas e puderam constatar as supostas irregularidades apontadas não tiveram as suas denúncias acatadas no relatório final. Não entendi até agora. Por isso estou procurando informações mais detalhadas que expliquem a discrepância entre as denúncias de superfaturamento e o que foi relatado no final. Para mim é muito estranho e logicamente incompreensível. Mas, afinal, o que dá sentido a essa discrepância?


Depois volto a esse assunto.

.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

"BÍPEDES SEM PENAS", COM PENAS.

. .

Ágora de Atenas: onde os cidadãos gregos aprenderam a se tornar "bípedes sem penas". Mas até hoje há "bípedes sem penas" com penas.

No diálogo “Político” PLATÃO reúne SÓCRATES, TEODORO, um Estrangeiro (da cidade de Eléia, hoje Vélia, na Itália) SÓCRATES, o Jovem. É aí que ele trata da questão do homem político indicando que, ao descobrir-se vivendo num mundo hostil, necessitava, para sobreviver entre os animais selvagens, unir-se aos outros homens para viver em harmonia numa cidade justa e boa. Para isso precisava comandar e ser comandado. Quem comanda e quem é comandado. Mas para isso ele, PLATÃO, precisa antes, através de seus personagens, fazer a distinção de gêneros dos seres vivos. Num processo de separação entre os seres conhecidos por eles chegam ao gênero humano e o definem assim na parte do diálogo chamada: “O caminho mais curto. Recapitulação.”


- Estrangeiro: Deveríamos, desde logo, ter dividido os animais terrestres em bípedes e quadrúpedes e desde que somente os animais com asas ali estariam ao lado dos homens, deveríamos dividir o rebanho bípede, por sua vez, em uma família sem penas e uma família com penas. Nessa classificação, espontaneamente se revelaria a arte de pastorear homens, e assim poderíamos descobrir o homem político e real, colocando-o como condutor e entregando-lhe, como um direito, as rédeas do Estado por serem homens que possuem a ciência que lhe é necessária.


Daí segue a explicação sobre aqueles que devem comandar e suas razões para isso. O que eu queria ressaltar é o momento que PLATÃO define a todos nós, seres humanos (políticos), como sendo “bípedes sem penas”. Espera-se que o procurador do prefeito de Floriano não entre com um processo contra PLATÃO visto que utilizei essa definição (”bípedes sem penas”) num texto cuja estrela analisada preferencialmente foi o prefeito. Eles têm a mania de dizer que ao usar esse tipo de linguagem (filosófica, analítica, analógica) eu estou comparando o prefeito a animais. Há muito já expliquei isso aqui, mas eles continuam empacados na ignorância. Mas é isso aí, meus queridos. Basta ler um pouco e verão o quão vazia e absurda é essa acusação que é também destituída de qualquer grau de racionalidade.


O texto citado foi extraído do livro "Platão", Coleção os Pensadores, Abril Cultural (1983).

.

MAIS UMA DERROTA DA INTOLERÂNCIA.

.

.

Este é PAULO HENRIQUE AMORIM (PHA) que está sendo processado pelo fato de dizer e mostrar as verdades que poucos têm coragem de dizê-las e mostrá-las. Mas como podemos ver abaixo na sentença da Juíza ANDREA QUINTELA, uma extraordinária peça em defesa da liberdade de expressão, que é mais uma jurisprudência no campo do processo que o prefeito de Floriano iniciou contra mim. Sigo em frente porque o Direito não é o desejo do autoritário que se impõe contra uma população por ele governada. Mas é, também, uma interpretação da correção, da verdade, da crítica contra quem não deseja ser criticado porque quer esconder seus malfeitos. Leia e veja como se faz uma defesa irrepreensível da liberdade de expressão. Se preferir leia na fonte clicando AQUI.




"JUÍZA QUINTELA SE RECUSA A FAZER CENSURA E DERROTA DANTAS


O advogado Cesar Marcos Klouri, que defende este ansioso blogueiro nas ações cíveis com que pretendem censurá-lo – clique aqui para ler “as 37 ações que movem contra Paulo Henrique Amorim, ou diz-me quem te processa e dir-te-ei quem és” – acaba de enviar a íntegra da sentença proferida pela juíza Andrea Quintela, da 23ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro – RJ, nos autos do processo nº 0389985-84.2009.8.19.0001, promovido por Daniel Valente Dantas.


(As ênfases são minhas – PHA.)"






.

LUTO.

.

.

.

Ontem faleceu um amigo de longas datas. OSMARINO REIS era casado e pai de três filhos. Funcionário dos Correios e tinha 64 anos. Infarte fulminante. O humor preciso e perspicaz dele fazia com que pensássemos em sua incrível inventividade. Trabalhador incansável já falava do tempo breve em que se aposentaria, não vai vivê-lo. Que pena. Será enterrado hoje à tarde.

Meus pêsames a todos os familiares.

.

.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

DESCASO ESCANCARADO.

.
.














.
Quando eu fui criança, assim como as das fotos acima, brincava na ponta do esgotamento da galeria que corta a Avenida Fauzer Bucar e desemboca no rio Parnaíba. A galeria ia até onde as crianças da foto estão na margem do rio e assim foi desde o final dos anos 50 do século passado. Mas bastou sete anos de descaso com a coisa pública e com o meio ambiente para sobrar apenas escombros. E o pior, a deterioração da galeria, por falta de manutenção, está ao pé do calçamento. Ou seja, onde termina o calçamento da Avenida Esmaragdo de Freitas começa o buraco da extinta galeria que desemboca no rio.
.
Bastaria pouco meses de salário da secretaria de meio ambiente para que a galeria voltasse a ser o que era. É, mas podem argumentar que a obra (que foi denunciada por fiscais do TCU como superfaturada) do esgotamento sanitário encerra a necessidade da galeria. Respondo que ninguém sabe ao certo quando será integrada toda a rede de esgotamento com as lagoas de estabilização. O projeto prevê que o final da obra se dará em 2027. Ora, em poucos meses, com a continuidade da erosão promovida pelo descaso, a avenida será interditada por causa do buraco enorme que se formará naquela parte da cidade.
.
É! Os competentes se orgulham e exprimem os seus feitos orgulhosamente. Os incompetentes também possuem esse desejo de dizerem e mostrarem quem são: incompetentes. Pois é só através da incompetência que os incompetentes se orgulham de serem quem são.
.

Clique nas fotos e fique mais estarrecido ainda.


.

ENCONTRO DO PSB EM FLORIANO.

.
.


.
Sábado, 10.09.2011., ocorreu grande encontro regional do PSB em Floriano. O objetivo principal foi reunir os filiados em torno do tema "Eleições 2012". O Governador do estado, WILSON MARTINS, pretende fortalecer o partido em todas as regiões e para isso tem contado com a adesão ao projeto do partido de várias lideranças políticas do estado.

No encontro de sábado a liderança de maior expressividade foi o Professor e Advogado GILBERTO JÚNIOR que deixou o PMDB para, no PSB, disputar com os demais pretendentes da oposição a vaga de candidato a prefeito em 2012. A ideia é unir o máximo possível de partidos em torno de um só nome, mesmo que as expectativas pessoais de alguns não os deixem participar desse grande movimento cívico para resgatar a nossa cidade da pior administração a que ela foi submetida em sua história. Para isso um projeto que vise o empenho das forças políticas contrárias ao descaso, incompetência e denúncias graves de corrupção nunca antes vistas em Floriano deve se sobrepor a questões menores ou pessoais.

Floriano necessita do empenho sério dos cidadãos dignos em vista de resgatá-la das mãos do pior prefeito que esta cidade já teve. Merece ser salva e resgatada para que volte a ser uma cidade digna de se viver. Por isso muitos cidadãos estiveram presentes ao encontro com o objetivo de unir forças. O Governador veio inaugurar obras, fiscalizar as que estão em andamento e desemperrar das mãos incompetentes do atual prefeito a conclusão do terminal rodoviário.

Ao término do encontro foi servido almoço a todos os participantes do encontro. Pena que não pude ficar por muito tempo por causa de uma crise de lombalgia que me impede de ficar muito tempo em pé ou sentado. Mas já estou me recuperando e logo, logo participarei dos demais encontros cuja finalidade cívica deve transformar Floriano em uma cidade agradável, bonita, limpa, bem cuidada por um prefeito que não seja cínico e respeite tanto a população quanto as estruturas físicas da cidade.

Estiveram presentes também (última foto cima) os professores ODIMÓGENES SOARES, NELSON JÚNIOR e ANDRÉ MELO (futuro vereador de Floriano pelo PT).

.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

AUTORIDADE DESTOA DAS IRRESPONSABILIDADES. AINDA BEM.

.
.
.
Uma voz destoante ao festival de irresponsabilidades que há sete anos são cometidas a partir da organização do evento que sempre ocorrem no dia sete de setembro em Floriano. Já me manifestei contrário ao incentivo propositado a tudo o que ocorre a patir do desfile. Pois, mesmo que que os organizadores se declarem contrários ao festival de irresponsabilidades que o Inspetor da PRF em Floriano, WELIGTON BATISTA (foto acima do Notícias de Floriano), se refere na mensagem que enviou aos órgãos de imprensa, são, no mínimo, coniventes com tais atos.
.
Todo ano acontece esse festival de irresponsabilidades e nenhuma autoridade toma a atitude que deveria tomar, visto que exercem funções públicas com esta finalidade. Pelo contrário, fecham os olhos e os ouvidos aos reclames da população atormentada pelo barulho infernal que vara a madrugada. Ser conivente, pela omissão, com estes atos diz muito do tipo de administração que esta cidade tem. Uma cidade que possui altos índices de acidentes de trânsito que quase sempre causam mortes, sequelas irreparáveis, prejuízos e traumas, não pode permitir que estes atos sejam promovidos despudoradamente. Vê-se, com isso, o valor que a vida das pessoas tem para aqueles que permitem que essas irresponsabilidaes sejam cínica, arrogante e prepotentemente desfiladas pelas ruas da cidade.
.
Chega de tanto descaso. Chega de tantas atitudes descompromissadas. Esta administração municipal vai entrar para a história como sendo a que incentivou, mesmo que pela omissão, estes atos repugnantes, ilegais e imorais. Leia a seguir reportagem do potal Notícias de Floriano sobre o caso. Se preferir, acesse direto clicando AQUI.
.

"AUTORIDADE POLICIAL SE REVOLTA CONTRA IMPRUDÊNCIAS DE MOTOCICLISTAS NO DESFILE EM FLORIANO

O Inspetor Chefe da Polícia Rodoviária Federal, Delegacia de Floriano, Wellington Batista, expediu informação através de email à imprensa da cidade, demonstrando a sua indignação diante das irregularidades e imprudências ocorridas no desfile dos motoqueiros neste sete de setembro, na Av. Getúlio Vargas.

Enquanto várias autoridades ficaram caladas ante o festival de imprudências, o inspetor, na sua mensagem, deixou claro o posicionamento da PRF de não mais participar de eventos onde as normas de segurança não sejam respeitadas.

Confira a íntegra do texto:

“DESFILE OU UM FESTIVAL DE IMPRUDÊNCIAS?

Mais uma vez os motociclistas de Floriano tiveram a oportunidade de demonstrar que são organizados e tirar a impressão que se tem de que eles vivem desrespeitando as regras do trânsito, entretanto, o que se viu no desfile do último dia sete de setembro foi uma grande demonstração de que eles não estão preparados para participar de eventos dessa natureza. É claro que não me refiro a todos, pois muitos estavam de acordo com as normas de segurança no trânsito, mas àqueles que insistem em não respeitar as pessoas e as normas do trânsito, terminaram por manchar o desfile dos motociclistas este ano.

Percebe-se claramente que não há uma liderança capaz de impor respeito e impedir que pessoas que desejam apenas manchar a imagem da categoria participem desses eventos. As imagens falam por si só, mas gostaria de ressaltar alguns dos absurdos que pude observar e, pelo que ouvi nas ruas após o desfile, as pessoas não aprovaram essas atitudes de alguns motociclistas.Muitos não usavam capacete de segurança, várias pessoas estavam sendo transportadas em uma mesma motocicleta, alguns fazendo cavalo de pau e o mais impressionante: crianças, algumas de colo, sendo transportadas imprensadas entre passageiros e condutores, num total desrespeito às normas de segurança no trânsito e às próprias crianças.

É necessário que se faça uma reflexão por parte dos organizadores do desfile, pois é uma afronta às autoridades presentes, principalmente aquelas cuja função é zelar pela segurança do trânsito, assisir a um festival de imprudências, irregularidades e irresponsabilidade numa festa que deveria ter como foco apenas a comemoração de uma data tão importante para a nossa nação. A Polícia Rodoviária Federal, entidade cuja principal missão é zelar pelas segurança no trânsito, se reserva ao direito de não mais participar de eventos onde essas normas de segurança não são respeitadas, pois não podemos fazer parte de atividades que vão de encontro à nossa principal missão.

WELINGTON BATISTA RODRIGUES

Inspetor Chefe da Polícia Rodoviária Federal- Delegacia-17/3 – Floriano-PI.”"

.
.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

FLORIANO PEDE SOCORRO ÀS AUTORIDADES.

.
.



.
As três fotografias acima são da Avenida Dirceu Arcoverde que vai da rotatória do Posto Trevo à Avenida Esmaragdo de Freitas (Beira Rio). Estamos chegando ao segundo mês de construção do asfalto feito na avenida. A instituição responsável pela licitação e acompanhamento da obra foi a prefeitura de Floriano. O prefeito, portanto, seria encarregado imediato pela cobrança da qualidade do serviço prestado.
.
Durante a execução da obra conversei com um engenheiro muito experiente no assunto
e ele foi muito enfático: "Esse asfalto não durará dois anos, vai arrebentar todo". Esse engenheiro estava enganado, pois não durou dois meses. Vejam os buracos. E se a conservação depender do atual prefeito veremos o que se vê nas quatro últimas fotos. E como disse o Secretário Estadual de Transporte, AVELINO NEIVA, sobre o asfalto deteriorado do centro da cidade: "esse prefeito é tão incompetente que bastaria ir tapando os primeios buracos que aparecessem para que a vida útil demorasse vários anos". Mas tão incompetente que é, o prefeito vai deixar o asfalto novo da Dirceu Arcoverde arrebentar todo. Como aliás fez com o restante da cidade. Voltaremos a transitar na buraqueira em muito breve. Mas breve do que gostaríamos.
.



.
Já as quatro fotografias acima dão conta das condições das interligações do asfalto novo com as demais ruas da cidade. O acabamento nessas interligações é de responsabilidade da prefeitura. Mas vejam as condições que se encontram. Na rotatória que fica em frente à garagem da prefeitura (fotos 5 e 6) há buracos imensos dificultando o tráfego no local. Muita gente tem reclamado, mas como a coisa pública é tratada com descaso pelo atual prefeito, e de forma assombrosa, então, só resta-nos aguardar alguma autoridade impor a lei ao prefeito para que a cidade seja preservada de sua incompetência. Alguém tem de fazer alguma coisa. Esse descaso completo não pode continuar. Ele tem de ser freado nesses desmandos.
.



.
Já as quatro fotografias acima são da Avenida Santos Dumont. Véspera do carnaval deste ano foi feita uma operação "tapa buracos". Todo ano se faz isso. Mas o material utilizado é de tão baixa qualidade (se é que tenha alguma) que não dura três meses. Nosso dinheiro jogado no lixo todo ano, pois o que é feito lá é só para turista vê. E como o dinheiro é do povo (e muita gente pensa, então, que não é de ninguém), assim é usado. É usado sem compromisso e com descaso. Todo ano se tapa esses buracos. E isto vem se repetindo há sete nos. Não é mais aceitável que se continue a fazer isso. Alguma autoridade tem de tomar uma atitude séria e exemplar. Floriano não suportará tamanho descaso por mais tempo. Estamos correndo o risco de nossa cidade desaparecer pela incompetência inegável do atual prefeito.
.
Os flagrantes acima foram registrados nos dias 05 e 06.09.2011.
.
.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

LEILÃO NA BOVESPA.

.
.
.
O Gerente Regional de Operação Oeste, AIRTON FEITOSA, no final do Leilão de Transmissão N° 004/2011, realizado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) no dia 02/09/2011 em São Paulo. A fotografia foi no momento final da "Entrega do Martelo" do Lote "G" (Lote do Piauí) que a BOVESPA entregou a AIRTON FEITOSA como lembrança do evento.
.
.
DILTON DA CONTI OLIVEIRA, Diretor-Presidente da Chesf, junto a AIRTON FEITOSA após o pregão da bolsa.
.
.
MOZART BANDEIRA ARNAUD, Diretor de Operação da Chesf, e AIRTON FEITOSA.
.

.
A fotografia acima foi no momento final da "Batida do Martelo" pelos Investidores ganhadores do Lote correspondente. Da esquerda para a direira vê-se: MOZART BANDEIRA ARNAUD (Diretor de Operação da Chesf), JOSÉ PEDRO DE ALCÂNTARA JÚNIOR (Diretor Administrativo da Chesf), DILTON DA CONTI OLIVEIRA (Diretor-Presidente da Chesf), NELSON HUBNER (Diretor-Geral da Aneel), JOSÉ ANTÔNIO MUNIZ LOPES (Diretor de Transmissão da Eletrobras), JOSÉ AILTON DE LIMA (Diretor de Engenharia da Chesf), AIRTON FREITAS FEITOSA (Gerente Regional de Operação da Chesf no Piauí), o único Gerente Regional de Operação presente no evento, e o Leiloeiro do dia.
.
.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

CUIDADO CENSORES.

.
.
.
Este é o PAULO HENRIQUE AMORIM (PHA), repórter, jornalista, blogueiro, apresentador de TV e dono do Blog www.conversaafiada.com.br. Enviei a ele relato sobre o processo que o prefeito mais incompetente que esta cidade já teve está movendo contra mim na tentativa de me calar, ou calar as críticas que revelam a sua absoluta e incontestável incompetência para administrar a cidade. Ele foi convidado para proferir palestra na Escola de Magistrados de São Paulo e denunciou, sem citar diretamente um caso, as atitudes ignóbeis ques muitos prefeitos pelo país afora estão tomando contra aqueles que denunciam seus malfeitos, como é meu caso. Leia, então, o que ele disse, em resumo, na palestra que proferiu a seguir (se preferir leia reportagens diretamente no blog dele clicando AQUI e AQUI):



"A convite do corajoso Desembargador Fausto De Sanctis, este ansioso blogueiro foi um dos palestrantes nesta quinta-feira do “Seminário Poder Judiciário e Imprensa”, organizado por De Sanctis e a desembargadora Salete Nascimento, da Escola de Magistrados da Justiça Federal de São Paulo.

Os outros palestrantes foram Caco Barcelos e o Desembargador Federal Vladimir Passos de Freitas.

Passos de Freitas, que presidiu o Tribunal Regional da Primeira Região e trabalhou na Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça, fez uma minuciosa e valiosa exposição sobre a relação entre o trabalho do jornalista investigativo e a Lei.

O que protege o jornalista e onde ele é vulnerável.

Em última instância, disse ele, deve prevalecer o princípio constitucional que assegura a liberdade de expressão.

A imprensa é pré-requisito do Estado de Direito.

Quem vai criticar o STF, senão a mídia ?, perguntou Passos de Freitas.

(Como faz este ansioso blogueiro, quando chama o Ministro Gilmar Mendes de Gilmar Dantas (*).)

A exposição de Caco foi uma aula magna.

Tratou da diferença entre jornalismo “investigativo” e o “declaratório”, que prevalece no PiG (**).

(Caco não usou essa expressão PiG – de uso consagrado e dicionarizado.)

Caco merece uma post à parte, que será publicado nesta sexta-feira.

Especialmente quando ele discute o preconceito de classe social – na imprensa e na Justiça.

Este ansioso blogueiro denunciou a nova forma de censura.

A censura pela via judicial.

Falou das dezenas de blogueiros ameaçados no interior por prefeitos, empresários e vereadores inescrupulosos.

Pela via judicial ou por um cano de revólver, também.

O governador Beto Richa, do Paraná, por exemplo usou a arma da Justiça para calar um blogueiro, o Esmael Morais.

Agora, como descreve o Miro Borges, se assiste à perseguição judicial da Folha (***) a um blog que pretende criticá-la.

Este ansioso blogueiro mencionou Mino Carta, Leandro Fortes, Luiz Carlos Azenha, Rodrigo Vianna, Juca Kfouri, Luis Nassif entre outros que enfrentam a censura judicial.

Este ansioso blogueiro falou das 37 ações que contra ele movem.

Mencionou o fato de que há um nexo invisível – por enquanto – entre elas – ou entre quase todas elas.

Quem dá o nexo é um banqueiro que o corajoso Fausto De Sanctis mandou prender duas vezes.

E o condenou a dez anos de cadeia.

O ansioso blogueiro concluiu ao dizer que tinha a hora de estar naquela mesa ao lado de De Sanctis, que enfrentou implacável perseguição, exatamente, porque mandou prender e condenou o banqueiro.

Parte substanciosa dessa perseguição a De Sanctis teve origem em Gilmar Dantas (*), o mesmo juiz que, em 48 horas, deu dois HCs Canguru ao banqueiro finalmente condenado a dez anos (e provisoriamente solto).

No Brasil, assim como se sataniza a vítima para salvar os ricos, se persegue juíz que prenda ricos.

Foi uma honra estar ao lado de De Sanctis, disse o ansioso blogueiro no Seminário.

E ser processado por quem o perseguiu.

Nirlando Beirão, que lá também esteve, lembrou de uma frase de Itamar Franco.

Quem melhor me define não são meus amigos, disse Itamar.

São meus inimigos.

Ou como diz este ansioso blogueiro: diz-me quem te processa e dir-te-ei quem és …

Em tempo: Nirlando contou que, outro dia, pediram a opinião dele sobre o que a Veja fez com José Dirceu. Nirlando respondeu: não trato de organização criminosa.


Paulo Henrique Amorim


(*) Clique aqui para ver como um eminente colonista do Globo se referiu a Ele. E aqui para ver como outra eminente colonista da GloboNews e da CBN se refere a Ele.

(**) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

(***) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da “ditabranda”; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de “bom caráter”, porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que matou o Tuma e depois o ressuscitou; e que é o que é, porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores."
.
.