LOCALIZAÇÃO DE LEITORES


web site estatísticas

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

EU TE ADORO, PITTY.

.
.
.

.
É verdade, eu a adoro. PITTY é uma roqueira baiana arretada que nasceu em 1977. Com letras que expressam problemas existênciais e emocionais de uma forma sincera que cativa. Sem frescuras e hipocrisias fala de si e, enfim, de todo mundo com a maior graça, sem forçar nada. Acesse www.pitty.com.br.
.
"Perceba que não tem como saber / São só os seus palpites na sua mão / Sou mais do que o seu olho pode ver"
.

ME ADORA
.
Composição: Pitty / Derrick Green / Andreas Kisser
.

Tantas decepções eu já vivi
Aquela foi de longe a mais cruel
Um silêncio profundo e declarei:
Só não desonre o meu nome?
.
Você que nem me ouve até o fim
Injustamente julga por prazer
Cuidado quando for falar de mim
E não desonre o meu nome
.
Será que eu já posso enlouquecer?
Ou devo apenas sorrir?
Não sei mais o que eu tenho que fazer
Pra você admitir
.
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
.
Perceba que não tem como saber
São só os seus palpites na sua mão
Sou mais do que o seu olho pode ver
Então não desonre o meu nome
.
Não importa se eu não sou o que você quer
Não é minha culpa a sua projeção
Aceito a apatia, se vier
Mas não desonre o meu nome
.
Será que eu já posso enlouquecer?
Ou devo apenas sorrir?
Não sei mais o que eu tenho que fazer
Pra você admitir
.
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
.
.

3 comentários:

Antonio José Rodrigues disse...

Feliz homenagem, Jair, mesmo ela não tomando conhecimento desse seu amor platõnico... Nada que uma trepada homérica, em casa, não cure. Dia 21 estarei de férias. Visitarei a terrinha para tomarmos uma cervejinha ouvindo Pitty, ou Pittynha? Tudo no diminutivo para não haver embriaguez

JAIR FEITOSA disse...

Olá AJRS.

É claro que é verdade o que você disse. E como disse Belchior na música "Beijo Molhado": "Deusas que eu amei com as mãos". Prefiro assim, do que do outro jeito. Não sei fazer daquele outro jeito. Dá uma confusão e termina não saindo nada direito. Nem para uma, nem para outra e muito menos para mim.

Prefiro ao modo de Belchior. É mais sossegado e menos conflituoso e ao final não causa culpas.

Estaremos por aqui, vamos festejar.

Um abraço.

Jair Feitosa.

isaac disse...

Eu também adoro a Pitty...