LOCALIZAÇÃO DE LEITORES


web site estatísticas

terça-feira, 2 de novembro de 2010

LEMBRAR DOS AMIGOS É BOM DEMAIS - II.

.
.
.
Nesse mesmo dia, 03/01/1999, esteve presente também na casa dos meus pais o meu tio ANTONIO RODRIGUES, mais conhecido como MATA SETE. Casado com uma das irmãs do meu pai, CREUZA, teve quatro filhos: LAURENO, LAURO, MORGANA e BISMARCK. Um homem inteligente, autodidata em sua profissão (trabalhou até se aposentar no antigo DNER, hoje DNIT, em Barão de Grajaú, MA).
.
Lembrar de MATA SETE é perceber como a nossa identidade de caráter e cultural foi sendo construída ao longo de muitos anos de convivência. O meu gosto musical, por exemplo, teve uma forte influência dele. Homem muito ligado à música de nossa cidade (junto com outro tio, VICENTE e amigos) teve grupo musical. E me lembro de quando criança ouvi-los ensaiar as músicas próximo à casa dos meus pais. Certamente essa imediata ligação contribuiu na formação de minha identidade cultural. E certamente conviver com homem tão correto influenciou também na formação de meu caráter.
.
Que saudade, tio.
.
.

2 comentários:

Silvana disse...

concordo com todas as suas palavras, e tenho também muitas saudades dele, principalmente das observações que fazia quando alguma coisa lhe chamava atenção;uma vez ele me surpreendeu acompanhando uma música batendo numa caixa de fósforo e disse: você leva jeito pra ser música, eu ri muito.
beijo

Silvana

Silvana disse...

concordo com todas as suas palavras, e tenho também muitas saudades dele, principalmente das observações que fazia quando alguma coisa lhe chamava atenção;uma vez ele me surpreendeu acompanhando uma música batendo numa caixa de fósforo e disse: você leva jeito pra ser música, eu ri muito.
beijo

Silvana