LOCALIZAÇÃO DE LEITORES


web site estatísticas

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

NÓS E LUIZ.

.
.
.
LUIZ MELODIA, aposto que cantando "Magrelinha": "O por do sol vai renovar brilhar de novo o seu sorriso..."
.
.
Em 1994 eu e meu amigo RENILTON SOARES DE OLIVEIRA combinamos de ir ao aeroporto de Fortaleza para recepcionarmos o então candidato (pela segunda vez) a presidência da república, LULA. Éramos ardorosos defensores de sua candidatura.
.
Fomos ao aeroporto e o ficamos aguardando, junto a uma multidão, para irmos ao centro em carreata participar de um comício. Como o voo estava atrasado fomos ao restaurante do aeroporto tomar uns chopes. O restaurante, em pouco tempo, ficou lotado. A nossa mesa estava localizada logo na entrada da porta principal.
.
Bebíamos alegremente e falávamos das possibilidades de LULA vir a ser presidente e dos demais envolvidos na disputa. De repente, RENILTON me instigou a olhar para a porta e lá estava em pé admirado com a quantidade de gente no restaurante, o cantor LUIZ MELODIA.
.
Sem demora RENILTON o convidou a sentar-se à mesa. Sem alternativa e doido para tomar um chope, ele não resistiu. Sentou-se, agradeceu e perguntou nossos nomes e o porquê de tanta gente no restaurante. Começamos dizendo que ficamos sabendo do show que ele fizera na noite anterior em Fortaleza e que somos bons admiradores de sua música.
.
Quando falamos que somos do Piauí ele sorriu. Perguntamos de sua relação com TORQUATO NETO e ele continuou falando bem dele e do Piauí. Disse que teve, no dia da morte de TORQUATO, um grande susto quando foi avisado. Que TORQUATO era um grande compositor e poeta. Que lamentou muito a sua morte.
.
Falando muito a respeito da campanha eleitoral, de seus shows pelo país, da chatice de gostar de um lugar e ter de ir embora, da maravilha do chope bem gelado... E de repente, a mulher dele apareceu na porta e disse que a moça havia avisado pela terceira vez da saída do voo. Perguntou se ele ia ou não. Estava chateada, pensei.
.
LUIZ MELODIA com ar de conformismo disse: “O que podemos fazer numa situação dessas? Se a gente não vai, perde o voo. Se a gente vai, dizem que a gente é mandado pelas mulheres”. Sorrimos muito e ele se despediu. Mas não antes de me dá um autógrafo no único papel que arranjei, o meu talão de cheques: “JAIR, que Fortaleza ilumine seus olhos”.
.
Perguntou quanto deveria contribuir pelos vários chopes que tomou, nós dissemos que não deveria dá nada, pois era um enorme prazer para nós ter tido a oportunidade de tomar chope com um dos maiores nomes da MPB. Mesmo que tenha sido naquelas circunstâncias. Ele sorriu e saiu.
.
Quando LULA, enfim, chegou fomos tomar posição na carreata e nos dirigimos até o local do comício. Foi um dia maravilhoso pelo fato de termos participado daquele comício histórico em Fortaleza e de, antes, termos tomado chope com LUIZ MELODIA.
.
É certo que ele não se lembrará de nós e de nosso encontro fortuito, mas também é certo que eu nunca mais esquecerei aquele momento. Ele por encontrar gente como nós todos os dias e a toda hora, nós por dificilmente encontrarmos alguém como ele por aí e ainda tomar um chope.
.
.

Um comentário:

Renilton Soares de Oliveira disse...

Caro amigo,
Boas lembranças de nossos encontros em Fortaleza. Você lembrou de muitos detalhes de nossa conversa com o Luiz Melodia, mas faltou um ponto que me chamou atenção. No momento que falamos de nossa origem piauiense, Luiz Melodia nos disse que Torquato Neto foi a primeira pessoa que comentou sobre o seu trabalho em jornais de grande circulação e que ele era muito grato por isso. De fato, foi muito interessante e agradável esse encontro.
Grande abraço,
Renilton